Brasileiras são presas em aeroporto argentino com 4,3 kg de cocaína

Droga estava escondida em órgão sexual de uma delas e espalhada em bagagens e em uma peruca

iG São Paulo |

A polícia argentina prendeu duas brasileiras no aeroporto internacional de Ezeiza, nos arredores de Buenos Aires, com 4,3 quilos de cocaína distribuídos na bagagem, em uma peruca e no órgão sexual de uma delas, informaram fontes oficiais nesta terça-feira.

Santuário: Argentina se torna refúgio para traficantes de drogas

As mulheres, que embarcariam rumo à Europa, foram detidas durante uma operação da Administração Federal de Receita Pública no aeroporto, segundo um comunicado do órgão estatal.

"A Alfândega apreendeu 4,314 quilos de cocaína que duas mulheres de nacionalidade brasileira tentaram tirar do país escondidos dentro de sua bagagem, embaixo de uma peruca, em tecidos impregnados, em uma mala de fundo duplo e dentro da vagina de uma das passageiras", disse o organismo em um comunicado.

Ex-miss: Argentina prende ex-modelo acusada de narcotráfico

As duas estão à disposição da Justiça argentina. "A carga foi descoberta durante uma operação de controle nos passageiros que se preparavam para embarcar em um avião de uma companhia francesa com destino à Europa", acrescentou o comunicado, que não identificou as cidadãs brasileiras.

*Com EFE e AFP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG