Romney critica 'ataques desonestos' da campanha de Obama

Candidato republicano reclama de comentários sobre sua gestão empresarial e se nega a dar mais informações sobre sua declaração de impostos

AFP |

AFP

O candidato republicano à Casa Branca , Mitt Romney , classificou nesta segunda-feira como desonestos os persistentes ataques do presidente americano e aspirante à reeleição, Barack Obama, sobre sua gestão empresarial e se negou a dar mais informações sobre sua declaração de impostos .

Corrida: Máquina de arrecadação de Romney desafia Obama nos EUA

AP
Americanas protestam por transparência em divulgação de impostos de Romney em Baton Rouge, Louisiana

Após uma semana sendo criticado pela imprensa sobre sua atuação à frente do fundo de investimentos Bain Capital, Romney insistiu que iria responder com um forte golpe contra Obama.

"Acredito que quando as pessoas te acusam de um delito, você tem todas as razões para ir atrás delas, e eu vou continuar atrás dele", disse o adversário de Obama ao programa de notícias Fox & Friends.

Romney disse que "o melhor ataque é olhar para o histórico do presidente" e seu fracasso para conseguir uma recuperação econômica efetiva. "Obama tem apenas uma coisa funcionando: os constantes ataques contra mim. São desonestos, estão mal dirigidos", garante Romney.

A disputa presidencial viu na quinta-feira uma crescente tensão entre as campanhas eleitorais dos dois concorrentes com um artigo publicado no jornal The Boston Globe, que afirmou que Romney mentiu sobre a data em que se desvinculou do Bain Capital, fundado por ele em 1984 e que lhe rendeu uma fortuna pessoal, acusação que o republicano nega.

    Leia tudo sobre: euaeleição nos euaobamaromneycampanhaimpostos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG