EUA disparam contra barco suspeito em águas do Golfo Pérsico

Ação perto de porto de Dubai deixou um morto e três feridos; tenente disse que alertas foram emitidos antes de uso da força

iG São Paulo | - Atualizada às

Uma embarcação dos Estados Unidos disparou nesta segunda-feira contra um barco na costa dos Emirados Árabes Unidos, matando uma pessoa e deixando outras três feridas, de acordo com um funcionário consular americano em Dubai.

Alerta: Base marítima no Golfo Pérsico revela nova tática de guerra dos EUA

Apesar de o funcionário não ter dado mais detalhes, segundo a Associated Press, o barco pode ter sido confundido com uma ameaça iraniana em águas do Golfo Pérsico.

AP
Policiais inspecionam barco em porto do distrito de Jumeirah, em Dubai

De acordo com a Marinha americana, uma equipe de segurança a bordo de um de seus barcos disparou contra uma pequena embarcação depois de sinais de alerta à embarcação que se encontrava perto do porto de Jebel Ali, em Dubai.

O tenente Greg Raelson, porta-voz da 5ª Frota da Marinha dos EUA, localizada no Bahrein, disse que os militares a bordo emitiram uma série de alertas antes de recorrer ao uso da força.

Depois do incidente, dezenas de policiais e outros funcionários dos Emirados Árabes Unidos inspecionaram um barco localizado no porto de Dubai, comumente utilizado por pescadores e marinheiros.

A embarcação se parece com um barco civil de 30 pés e funciona com três motores. Barcos similares são utilizados para a pesca na região, e a Guarda Revolucionária do Irã também utiliza barcos pequenos e rápidos no Golfo Pérsico.

Estreito de Ormuz

Também nesta segunda-feira, o governo do Irã alegou questões de segurança e ameaçou fechar o Estreito de Ormuz , no Golfo Pérsico, usado para a passagem de embarcações principalmente comerciais e de transporte de petróleo.

A medida é uma reação das autoridades iranianas às sanções internacionais ao país que impõem restrições econômicas, comerciais, financeiras e militares.

Disputa: EUA se posicionam no Golfo Pérsico em sinal de alerta

O comandante da Marinha do Irã, Habibollah Sayyari, disse que o governo tem controle sobre o estreito e quer garantir a segurança da região. Segundo ele, as autoridades iranianas podem tomar mais medidas, se necessário. 

Gasoduto

Paralelamente, as autoridades dos Emirados Árabes, que também controla parte do Estreito de Ormuz, anunciaram que haverá um gasoduto terrestre para ser utilizado como alternativa. Pelo projeto, o gasoduto terá capacidade de transportar até 1,8 milhão de barris diários, o equivalente a 70% da produção dos Emirados Árabes.

O ministro da Energia dos Emirados Árabes, Mohammed Bin Dhaen Al Hameli, disse que o gasoduto terá 400 quilômetros de extensão, ligando os campos de petróleo Habshan, no oeste do país, ao porto da cidade de Fujairah, no leste.

*Com AP e Agência Brasil

    Leia tudo sobre: euairãgolfo pérsicodubaiemirados árabes unidosbahreinembarcação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG