Em Israel, Hillary enfatiza apoio dos EUA ao aliado no Oriente Médio

Secretária de Estado americana esteve com presidente israelense, Shimon Peres, com quem conversou sobre a violência na Síria e o programa nuclear do Irã

iG São Paulo | - Atualizada às

Em visita a Israel nesta segunda-feira, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, discutiu com o presidente israelense, Shimon Peres, sobre a necessidade de dar fim à violência na Síria, a ascensão da Irmandade Muçulmana no Egito e o controverso programa nuclear iraniano , ressaltando o apoio ao aliado americano.

Egito:  Hillary reitera apoio dos EUA a uma transição completa no país

Hillary esteve durante uma hora com Peres, no que pode vir a ser sua última visita a Israel como secretária de Estado, levando uma mensagem de solidariedade ao Estado judeu, depois de poucos progressos no processo de paz entre palestinos e israelenses nos últimos anos.

AP
Hillary Clinton e o presidente de Israel, Shimon Peres, em Jerusalém

Após a reunião, a secretária de Estado disse que Israel e EUA "devem atuar juntos" em momentos de incerteza como o atual. "É um momento de mudança e transformação na região. É um momento de incerteza, mas também de oportunidade para fazer avançar nossos valores comuns, a estabilidade, a paz e democracia junto com a prosperidade para milhões de pessoas que ainda estão por ver um futuro melhor", assinalou Hillary.

Peres falou sobre a importância de três décadas de paz entre Israel e Egito, e condenou a violência na vizinha Síria. Ele também expressou seu apoio à pressão do governo Obama contra o Irã, para que suspenda suas atividades nucleares, em um controverso programa que suscita críticas da comunidade internacional e rende à República Islâmica sanções .

A expectativa é que Hillary fale mais sobre a viagem ao Oriente Médio mais tarde, depois de se reunir com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o ministro de Defesa de Israel, Ehud Barak. Mais cedo, a secretária de Estado americana esteve com o premiê palestino, Salam Fayyad.

Hillary não visita Israel desde setembro de 2010. Na terça-feira, ela retorna Washington, colocando fim a um tour de 12 dias, no qual passou pela Europa e Ásia .

A viagem de Hillary a Israel ocorre depois da visita de Tom Donilon, assessor de segurança do presidente americano, Barack Obama. A expectativa é que em breve o secretário de Defesa americano, Leon Panetta, também visite Israel.

O republicano Mitt Romney , rival de Obama na disputa à Casa Branca, pretende visitar Israel no fim deste mês.

AP
Primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad (E), e a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton (D), reúnem-se em Jerusalém

*Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: hillaryperesisraelbaraknetanyahufayyadoriente médiopalestinos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG