Identificados dois alpinistas encontrados mortos no Mont Blanc

Polonesa e espanhol morreram de hipotermia a 4.400 metros de altura enquanto tentavam escalar ao topo de montanha

EFE |

EFE

As autoridades italianas identificaram neste domingo os dois alpinistas de nacionalidade espanhola e polonesa encontrados mortos por hipotermia no sábado a 4.400 metros de altura no Mont Blanc , depois que uma avalanche os surpreendeu enquanto tentavam subir ao topo da montanha do Dôme du Goûter, na cordilheira dos Alpes.

Trata-se da polonesa Joanna Malgorazata Winchenciuk e do espanhol José Manuel Pérez Rodríguez, ambos com 30 anos e cujos corpos se encontram em uma câmara funerária na cidade de Courmayeur (Itália).

Leia também: Avalanche nos Alpes franceses mata membros de expedição

A equipe de resgate de Entreves (Itália) está cuidando dos trâmites burocráticos à espera da chegada de familiares e dos companheiros de expedição dos jovens mortos a Courmayeur. Por enquanto, os dois espanhóis sobreviventes que acompanhavam Pérez Rodríguez e a alpinista polonesa continuam em um hospital do município italiano de Aosta, aonde foram transferidos na manhã de sábado em helicóptero para um exame médico, já que o estado de saúde de ambos não é grave.

Com os dois espanhóis, foram transferidos ao hospital outros quatro montanhistas poloneses que também haviam ficado presos no Mont Blanc, perto da fronteira entre Itália e França. A previsão é de que todos possam receber alta já neste domingo e os dois sobreviventes espanhóis sejam transferidos a Courmayeur para realizar o reconhecimento dos cadáveres. 

Na quinta-feira, nove alpinistas morreram em uma avalanche na parte francesa do maciço de Mont Blanc .  

AP
Foto de arquivo mostra região onde alpinistas morreram na última quinta-feira

    Leia tudo sobre: ITÁLIA ALPINISMO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG