Ataque suicida durante casamento mata 23 pessoas no Afeganistão

Pai da noiva, um importante político opositor do Taliban, está entre as vítimas do homem-bomba

iG São Paulo |

Pelo menos 23 pessoas morreram – entre elas um importante político opositor do Taliban  – e dezenas ficaram feridas em um ataque suicida perpetrado durante um casamento na província afegã de Samangan, informaram fontes oficiais neste sábado.}

Leia também: Explosão mata soldados da Otan no Afeganistão

O ataque ocorreu por volta das 7h30 locais (0h de Brasília) no distrito de Aybak, informou o chefe da Polícia provincial, Khalil Andarabi. "De acordo com nossos dados, há dúzias de feridos, sendo que a maioria está em estado crítico.

O homem-bomba detonou os explosivos ao abraçar o legislador Ahmad Khan Samangani, que celebrava o casamento de sua filha, disse a polícia. A explosão também matou o chefe da inteligência na província e um importante comandante policial.

Samangani era próximo do líder uzbeque Abdul Rashid Dostum, e comandava milhares de homens na região. Os uzbeques são parte de uma delicada coalizão de tribos de minoria que combatem o Taliban regionalmente.

O presidente Hamid Karzai emitiu um comunicado condenando o ataque: "Os inimigos do Afeganistão novamente atacaram pessoas que lutam pela unidade nacional", afirmou.

AP
Homens inspecionam local onde se realizava casamento interrompido por homem-bomba




*Com informações da agência EFE e Reuters

    Leia tudo sobre: Afeganistãocasamentoataquemorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG