Candidato republicano se defendeu de ataque democrata sobre fortuna escondida em paraísos fiscais e assegurou não ter nada a esconder sobre seu imposto de renda

O presidente americano, Barack Obama, e seu adversário republicano, Mitt Romney , estão empatados na intenção de votos para as eleições de novembro , segundo a mais recente pesquisa The Washington Post/ABC divulgada nesta terça-feira.

Verba de campanha:  Romney arrecada US$ 35 milhões a mais que Obama em junho

A pesquisa aponta que os dois candidatos têm uma intenção de voto de 47%, de acordo com entrevistas feitas com 1.033 pessoas habilitadas para votar.

Obama fala a eleitores no Kirkwood Community College, em Iowa
AP
Obama fala a eleitores no Kirkwood Community College, em Iowa

Trata-se de uma das recentes pesquisas de uma série que mostra que a disputa pela Casa Branca está muito apertada. Todas as pesquisas mostram diferenças a favor de um candidato ou de outro que estão dentro das margens de erros computadas.

Obama continua tendo como ponto fraco a crise econômica: 54% dos entrevistados desaprovam o modo com que conduz a economia. No entanto, 50% das pessoas afirmam que Obama compreende melhor que seu adversário os problemas econômicos dos EUA, contra 40% que pensam a mesma coisa de Mitt Romney.

Dos entrevistados, 58% dizem estar convencidos de que o atual presidente obterá em novembro um segundo mandato, contra 34% apostam que o vencedor da eleição de novembro será Romney.

Paraísos fiscais

Ainda nesta terça-feira, Romney assegurou que não tem nada a esconder sobre seu imposto de renda, em resposta a ataques dos democratas que o reprovam por não falar sobre as contas que teria no exterior.

Em entrevista concedida à Rádio Iowa, Romney assegurou que suas contas são administradas por um gestor e que ele mesmo não as supervisiona. "Nem mesmo sei onde estão essas contas", declarou o candidato republicano. "Esse administrador respeita todas as leis americanas. A totalidade dos impostos é paga como corresponde", acrescentou.

Saiba mais: Veja o especial iG sobre eleição nos EUA

Romney, que atua como comprador de empresas falidas e possui uma fortuna avaliada em US$ 250 milhões, declarou em 2010 rendas no valor de US$ 21,7 milhões, a maioria procedente de seus investimentos, e pagou cerca de US$ 3 milhões em impostos.

Os democratas atacaram Romney no fim de semana pedindo que o republicano publique mais registros fiscais próprios, além de levantar dúvidas sobre seus ativos fora do país. Os democratas alegaram que a maior parte da fortuna do republicano ex-governador do Estado de Massachusetts viria de uma rede pouco transparente de investimentos no exterior, da qual US$ 30 milhões de dólares estariam nas Ilhas Cayman.

Candidato republicano trabalha como voluntário em campanha de doação Care and Share, em Colorado Springs
AP
Candidato republicano trabalha como voluntário em campanha de doação Care and Share, em Colorado Springs

*Com AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.