Comissão Eleitoral do Timor Leste confirma vitória de Xanana Gusmão

Congresso Nacional para a Reconstrução do Timor-Leste obteve um total de 172.831 votos

EFE |

EFE

A Comissão Eleitoral Nacional do Timor-Leste confirmou nesta terça-feira a vitória do primeiro-ministro do país, Xanana Gusmão, nas eleições parlamentares realizadas no último dia 7, como anteciparam os resultados preliminares , informou a imprensa australiana.

Leia também: Timor Leste vota em eleição para presidente

O partido de Gusmão, o Congresso Nacional para a Reconstrução do Timor-Leste, obteve 172.831 votos, que lhe darão direito a 30 cadeiras em um Parlamento unicameral de 65, segundo o diário "Perth Now". Em segundo lugar ficou a Frente do Timor-Leste Independente (Fretilin), com 140.786 cédulas e 25 deputados, seguida pelo Partido Democrata, com oito parlamentares, e a Frente para a Mudança, com dois.

A Corte Suprema de Apelações se encarregará de fazer o anúncio oficial entre hoje e amanhã. Gusmão começou no domingo passado a ligar para as outras formações com presença no Legislativo a fim de negociar uma aliança de Governo que lhe permita governar até 2017, quando vencerá seu segundo mandato.

A Missão Integrada das Nações Unidas para o Timor-Leste celebrou a normalidade e a paz reinantes durante a campanha eleitoral e o dia de votação, no qual houve um índice de participação de 74,78%. O contingente da ONU, que inclui 1 mil policiais, dissera que daria por concluído seu mandato e se retiraria do país no final de ano se as eleições transcorressem sem violência.

O Timor-Leste, colonizada por Portugal e depois ocupada pela Indonésia, alcançou sua independência em 20 de maio de 2002 como uma das nações mais pobres do mundo. 

    Leia tudo sobre: timor lestexanana gusmão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG