Chávez confirma que irá ao Brasil para entrada da Venezuela no Mercosul

Incorporação do País ao bloco de comércio será em 31 de julho

EFE |

EFE

AP
Chávez fala sobre campanha eleitoral em Caracas

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, confirmou nesta segunda-feira (9) que viajará para o Rio de Janeiro em 31 de julho para a incorporação de seu país como membro pleno do Mercosul.

"Devo ir, tenho que ir, claro. Eu irei. É muito importante para nós e para toda a América Latina" a entrada da Venezuela nessa instância de integração que une Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, disse à Agência Efe o governante em entrevista coletiva.

Leia também:  Chávez descarta que limitação física interfira na campanha

Além de suspender o Paraguai do Mercosul pela crise política que causou a destituição do presidente Fernando Lugo, Argentina, Brasil e Uruguai decidiram neste mês que a Venezuela se incorporará ao bloco a partir de 31 de julho.

Mercosul: Presidente do Uruguai reafirma seu apoio a ingresso da Venezuela no bloco

O governo de Chávez aplaudiu o ingresso devido às possibilidades de industrialização do país e o barateamento das importações. Por sua vez, alguns setores produtivos que atendem parte da demanda nacional, entre eles os produtores de aves, temem a entrada em massa de produtos e serviços na Venezuela, principalmente da Argentina e do Brasil.

    Leia tudo sobre: venezuelamercosulchaves

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG