Autoridades russas falharam ao alertar população sobre enchentes, diz ministro

Segundo ministro de Emergências, alertas não foram dados adequadamente a moradores da região de Krasnodar, no sul da Rússia, onde 171 morreram

iG São Paulo | - Atualizada às

Autoridades russas falharam em prover alertas adequados à população antes das enchentes causadas por intensas chuvas que deixaram ao menos 171 mortos na região de Krasnodar, no sul do país, segundo avaliação feita pelo governo federal.

Chuvas: Putin ordena investigação sobre inundações na Rússia

O ministro de Emergências russo, Vladimir Puchokov, disse que houve alertas, mas “nem toda a população foi avisada a tempo”. “Foram cometidos erros por autoridades locais e vários serviços”, acrescentou.

Autoridades locais disseram que os alertas de risco de enchente foram dados através de sirenes, mensagens de celular e alto-falantes. Muitas pessoas, no entanto, estavam dormindo na hora das enchentes e não ouviram os alertas.

No fim de semana, o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou uma investigação sobre como as autoridades locais reagiram às enchentes que arrasaram a região e mataram mais de 170. O inquérito buscará saber se houve negligência por parte do governo local frente às enchentes.

A cidade de Krymsk foi completamenta devastada e o chefe de governo local foi exonerado, segundo a BBC. Imagens de TV mostraram casas da região completamente submersas, com pessoas em seus telhados tentando se salvar.

Além dos mortos, 17 pessoas ainda continuam desaparecidas pelo desastre da noite de sexta-feira. Agências de notícias russas afirmam que 210 pessoas estão hospitalizadas, incluindo 48 crianças.

A maioria das pessoas morreu na região de Krymsk e na cidade de 57 mil habitantes. Houve mortes também no balneário de Gelendzhik, no Mar Negro, e em Novorossiysk, porto de onde saem exportações de petróleo.

O governador de Krasnodar, Alexander Tkachev, disse que mais de 24 mil pessoas foram afetadas pelas enchentes. Mais de 5 mil casas foram inundadas, segundo autoridades regionais.

*Com BBC

    Leia tudo sobre: rússiakrasnodarputinchuvasenchentes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG