Explosão mata soldados da Otan no Afeganistão

Ataque ocorre em meio ao anúncio de doação de 16 bilhões de dólares da comunidade internacional ao país

iG São Paulo |

EFE
Menino afegão ferido em ataque no sul do país recebe tratamento em hospital no Paquistão

Seis soldados da Otan foram mortos na explosão de uma bomba deixada em uma estrada no leste no Afeganistão neste domingo (8), e um ataque insurgente no sul matou mais um soldado estrangeiro, informou a aliança militar em notas.

Uma série de bombas deixadas em estradas e confrontos no sul do país deixaram ao menos 24 civis e policiais mortos mais cedo neste domingo.

Os ataques também ocorreram em meio ao anúncio de que países da comunidade internacional darão mais de US$ 16 bilhões ao Afeganistão e manterão até 2017 uma ajuda "próxima ao nível" das realizadas na década passada. A declaração foi feita neste domingo, ao término da Conferência de Tóquio sobre o Afeganistão. 

Como contrapartida, o governo afegão se comprometeu a fortalecer as instituições do país, os direitos humanos e o Estado de direito, assim como potencializar a luta contra a corrupção e melhorar a gestão financeira. 

Leia também:

Caminhões da Otan cruzam fronteira
Paquistão reabrirá rotas de abastecimento
Paquistão acusa Otan pela morte de soldados
EUA deixam negociações com Paquistão
Obama evita pedido de desculpas a Paquistão
Paquistão adverte sobre fim de relação com EUA
'Paciência dos EUA com Paquistão chega ao limite'
Otan pede desculpas por bombadeio que matou civis
Entenda por que o Afeganistão é estratégico
Afeganistão assumirá missões de combate em 2013

As mortes elevam o número de baixas entre as tropas da Otan no Afeganistão para oito em dois dias. Esse é o período mais violento para os militares estrangeiros em várias semanas.


Rotas: Após acordo, caminhões da Otan cruzam fronteira do Paquistão com Afeganistão 

Ontem, os Estados Unidos concederam ao Afeganistão o status de "importante aliado não-membro da Otan", o que concede privilégios especiais . O anúncio também prevê a cooperação bilateral em termos de segurança e defesa a longo prazo.

    Leia tudo sobre: afeganistãootanmortosEUA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG