Inundações no sul da Rússia deixam mais de 100 mortos

Enchentes decorrentes de chuvas fortes atingiram 13 mil moradores da região de Krasnodar, a cerca de 1,2 mil km de Moscou, no litoral do Mar Negro

iG São Paulo | - Atualizada às

Ao menos 103 pessoas morreram em consequência das fortes chuvas que atingiram o sul da Rússia, na região de Krasnodar, no litoral do Mar Negro. 

Leia também:  Hillary cobra pressão mundial em Rússia e China sobre Síria

Dessas, 92 morreram na cidade de Krymsk, segundo a BBC. Outras duas pessoas se afogaram na cidade de Novorossiysk, o maior porto do Mar Negro, enquanto nove morreram em diferentes localidades do distrito de Gelendzhik, segundo o porta-voz do Ministério do Interior, Igor Zhelyabin.

AFP
Enchentes destruíram áreas da cidade de Krymsk

Gelendzhik é um dos balneários mais populares da Rússia no Mar Negro.

Em comunicado, a administração regional de Krasnodar explicou que, ao todo, 13 mil pessoas foram afetadas pelas enchentes na região que fica a cerca de 1,2 mil quilômetros ao sul de Moscou. Duas mil casas foram inundadas em Gelendzhik, onde a situação se estabilizou nas últimas horas. Mais de 22 mil pessoas ficaram sem eletricidade, que foi desligada pela segurança dos habitantes da região.

Mais de 1 mil trabalhadores de equipes de resgate ajudam nos trabalhos de buscas e na retirada de sobreviventes atingidos pelas enchentes. 

"As inundações foram muito forte. Até mesmo as luzes dos sinais de trânsito foram cortadas", explicou Zhelyabin.

Embarcações do porto de Novorossiysk, que levam petróleo extraído do Mar Negro, foram suspensas devido às enchentes na região.

AFP
Cidade de Gelendzhik, na região de Krasnodar, foi inundada pelas chuvas (6/7)

*Com BBC, AFP e EFE

    Leia tudo sobre: rússiachuvasinundaçõesenchentesmoscoukrasnodar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG