Reino Unido anuncia prisão de mais sete por suspeita de terrorismo

Prisões feitas após veículo ter sido apreendido com armas no sábado foram anunciadas um dia depois da detenção de outros seis suspeitos. Governo nega relação com Olimpíadas

iG São Paulo |

Sete homens foram presos sob suspeita de terrorismo no Reino Unido depois de armas terem sido encontradas em um veículo numa blitz de trânsito, informou a polícia nesta sexta-feira, enquanto as forças de segurança estão em alerta elevado para as Olimpíadas de Londres .

Reuters
Turistas tiram fotos da Tower Bridge enfeitada com os anéis olímpicos em Londres (06/07)

As prisões, que aconteceram após numa inspeção de rotina no sábado na rodovia M1 em South Yorkshire (norte da Inglaterra), foram anunciadas um dia depois de autoridades em Londres terem detido outros seis suspeitos de terrorismo em uma operação lançada em vários locais, incluindo uma casa localizada perto do Parque Olímpico de Londres.

Tensão: Polícia de Londres prende seis suspeitos de terrorismo

O veículo foi apreendido no sábado por causa da suspeita de que o motorista estava sem o seguro obrigatório. Armas de fogo, outras armas e outros materiais não especificados foram posteriormente encontrados no interior do carro, o que levou a polícia a localizar e prender o motorista, o passageiro e outros suspeitos.

"Assim que os itens foram descobertos no veículo apreendido, nossa prioridade foi proteger o público ao perseguir e prender os que acreditamos estarem envolvidos", disse o superintendente policial Kenny Bell, chefe da Unidade de Contraterrorismo de West Midlands.

Seis homens, todos na faixa dos 20 anos e oriundos de Birmingham (região central da Inglaterra), foram presos na terça e quarta-feira, e um homem de 43 anos, morador do norte da Inglaterra, foi detido na quinta-feira, todos sob suspeita de encomendar, preparar ou instigar atos terroristas.

Não há outros detalhes sobre o que os homens pretendiam fazer, ou quais foram as armas encontradas. Uma fonte policial disse que nada sugere uma ligação dos presos com a Olimpíada, que vai de 27 de julho a 12 de agosto.

Na quinta-feira, a polícia de Londres prendeu cinco homens e uma mulher pela suspeita de planejar ataques terroristas, embora as autoridades tenham dito que as prisões também não tinham relação com a Olimpíada. Uma fonte policial disse também que as duas operações não tiveram relação.

O Reino Unido já gastou milhões de libras para reforçar a segurança para a Olimpíada, e no mês passado Jonathan Evans, chefe do MI5 (serviço de inteligência), alertou que os Jogos podem ser um alvo atraente para terroristas.

O nível nacional de ameaça atualmente está em "substancial" - o que significa que um atentado é uma forte possibilidade -, mas ainda está um grau abaixo do que esteve durante a maior parte do tempo depois dos atentados suicidas de julho de 2005 , que deixaram 52 mortos na capital britânica.

Conclusão: Inquérito sobre atentados em Londres isenta equipes de resgate de culpa

Mas, com a aproximação dos Jogos, analistas sugerem que a vigilância reforçada poderá levar a um aumento no número de prisões.

*Com Reuters e AP

    Leia tudo sobre: reino unidoterrorismolondresjogos olímpicos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG