Chávez retira adidos militares de embaixada no Paraguai por 'ameaças'

Segundo presidente venezuelano, militares destinados à embaixada em Assunção estariam sendo hostilizados e acusados de arquitetar golpe de Estado no Paraguai

iG São Paulo |

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta quinta-feira que ordenou a retirada de militares destinados à embaixada de seu país no Paraguai, devido a denúncios de ameaças, "até de morte", contra acusações de que estejam preparando um golpe de Estado em Assunção.

Diplomacia: Paraguai declara embaixador da Venezuela como 'persona non grata'

De acordo com o jornal paraguaio ABC Color, que cita a agência EFE, Chávez disse que já foram retirados os "companheiros militares que estão cumprindo funções no Paraguai" como adidos da embaixada em Assunção, ao discursar em uma sessão especial da Assembleia Nacional por ocasião dos 201 anos da declaração da independência da Venezuela.

Mercosul:  Entrada da Venezuela no bloco divide governo do Uruguai

"Há ameaças até de morte, ameaças contra nossa gente na embaixada, acusando a embaixada venezuelana de estar preparando um golpe", declarou o chefe de Estado.

AP
Chávez durante cerimônia na Assembleia Nacional em Caracas

As relações entre o Paraguai e a Venezuela estão cada vez mais debilitadas desde o impeachment que tirou do poder Fernando Lugo, pela qual Caracas respondeu suspendendo o envio de petróleo ao país e anunciando a retirada do embaixador Don José F. Javier Arrúe De Pablo de Assunção.

A situação piorou na quarta-feira, quando o governo do Paraguai declarou como "persona non grata" o embaixador venezuelano e ordenou a retirada do chefe da missão diplomática paraguaia em Caracas.

'Ingerência': Vídeo revela chanceler venezuelano reunido com militares do Paraguai

A Chancelaria paraguaia afirmou que as medidas, que por pouco não caracterizam uma quebra total das relações diplomáticas, foram tomadas perante as graves evidências de intervenção por parte de funcionários da República Bolivariana da Venezuela em assuntos internos da República do Paraguai.

A decisão referente ao embaixador da Venezuela foi tomada um dia depois de a ministra da Defesa do Paraguai, María Liz Garcia, ter revelado um vídeo em que o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, é flagrado em um encontro com altos militares paraguaios pouco antes da destituição de Lugo.

A ação foi interpretada por autoridades paraguaias como um caso de ingerência da Venezuela em sua política interna. Maduro teria tentado arquitetar uma intervenção das Forças Armadas do Paraguai para impedir a destituição de Lugo. O vídeo teria sido gravado em 22 de junho, horas antes de o Senado aprovar o impeachment de Lugo, por câmeras do Palácio do Governo.

A câmera que fez a gravação não registra sons. Segundo a ministra María Liz Garcia, o presidente Federico Franco determinou a revelação da gravação. O governo venezuelano nega a ingerência.

Bloco: Mercosul suspende Paraguai e anuncia adesão da Venezuela

Segundo o jornal venezuelano El Nacional, em sua fala no 201º aniversário da independência venezuelana, Chávez disse “invejar” Maduro por também ter sido considerado “persona non grata” pelo governo paraguaio, segundo ele.

"Agora o golpista é Lugo e Nicolás. Nicolás agora está montando um golpe no Paraguai", ironizou o presidente venezuelano. "Por algum motivo foi declarado persona non grata pelos golpistas do Paraguai. Invejo-o, Nicolás, olha que estou o invejando", disse Chávez em tom de sarcasmo.

Mercosul

O líder venezuelano, que acusa senadores paraguaios de serem golpistas por causa do impeachment contra Lugo e os critica pela recusa formal em aceitar a adesão de Caracas ao Mercosul , denunciou que um "grupo desses senadores do Paraguai" pediu dinheiro à Venezuela para aceitar a entrada do país no bloco.

"Nos pediam dinheiro para nos permitir entrar no Mercosul. Eu disse a Nicolás: 'mande-os para longe'. São mafiosos de verdade, verdadeiras máfias pedindo dinheiro", afirmou Chávez, que ressaltou que há testemunhas brasileiras e argentinas.

*Com EFE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG