Termina votação na maioria dos estados do México

Foram registradas cerca de mil ocorrências, a maioria delas relacionadas à abertura tardia dos centros de votação, além de propaganda ilegal e confrontos entre militantes

iG São Paulo | - Atualizada às

A votação deste domingo (1º) no México já está encerrada na maior parte dos estados do país. Os centros de votação já estavam fechados pouco depois das 18h, pelo horário local (20h de Brasília), em 25 dos 31 estados mexicanos, em votação que definirá o novo presidente, além de novos representantes para o Congresso e alguns governadores e prefeitos.

Entrevista ao iG: Favorito à Presidência do México quer parceria com o Brasi l

Leia mais: Partido que governou México por 71 anos pode voltar ao poder

Leia também: México temia 'narcovoto' na eleição deste domingo

A eleição continuava em seis estados da costa noroeste do México: Chihuahua, Sinaloa, Sonora, Nayarit, Baixa Califórnia Sul e Baixa Califórnia. Neste último estado, as urnas fecham apenas às 20h locais (22h de Brasília).

EFE
Candidato do PRI, Enrique Peña Nieto, vota acompanhado da mulher, Angélica Rivera (D), no município de Atlacomulco (1/7)

A expectativa é de que o Instituto Federal Eleitoral (IFE) anuncie os resultados de uma amostra representativa dos eleitores mexicanos por volta da meia-noite local (2h de Brasília). As primeiras pesquisas de boca de urna devem sair por volta das 20h locais (22h de Brasília), logo após o término da votação na Baixa Califórnia.

Em todo o território nacional, foram utilizadas 142.894 mesas eleitorais, menos do que as 143.132 inicialmente programadas, de acordo com a imprensa do país.

Segundo os partidos políticos, foram registradas cerca de mil ocorrências, a maioria relacionada à abertura tardia dos centros de votação, além de incidentes como tentativas de compra de voto, propaganda ilegal em favor dos candidatos e confrontos entre militantes.

Em relação à disputa presidencial, todas as pesquisas divulgadas antes do pleito indicavam que o Partido Revolucionário Institucional (PRI), que governou o México por 71 anos, de 1929 a 2000, deve voltar ao poder após 12 anos. O candidato do PRI, Enrique Peña Nieto, lidera em todos os principais levantamentos de opinião e é o favorito. 

Com agências internacionais

    Leia tudo sobre: méxicoeleição no méxicopeña netoPRIPANobradorfelipe calderón

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG