Aos 96 anos, morre Yitzhak Shamir, ex-primeiro-ministro de Israel

Ele foi o sétimo chefe de governo do país e exerceu o cargo em dois mandatos: o primeiro, entre 1983 e 1984, e o segundo, de 1986 a 1992

EFE |

EFE

John Schults/Reuters
Ex-primeiro ministro de Israel, Yitzhak Shamir, morreu neste sábado aos 96 anos

O ex-primeiro-ministro israelense Yitzhak Shamir morreu neste sábado (30), em Tel Aviv, aos 96 anos de idade, informa a imprensa israelense. Shamir foi o sétimo chefe de governo de Israel e exerceu o cargo em dois mandatos: o primeiro, entre 1983 e 1984, e o segundo, de 1986 a 1992.

Nascido em 1915 em Ruzhany, na atual Bielorrússia, o político foi membro dos serviços secretos de Israel e presidiu o Parlamento israelense (Knesset) como militante do partido direitista Likud, hoje no poder.

Leia mais: Ataque aéreo contra o Irã pode ser tarefa complicada para Israel

Leia também: Deportação de imigrantes africanos mexe com alma de Israel

Antes de suceder Menachem Begin como primeiro-ministro, em 1983, Shamir também foi ministro das Relações Exteriores de Israel. Em outubro de 1991, o bielorrusso participou como chefe do Executivo e representante de Israel na Conferência de Madri, uma tentativa por parte da comunidade internacional de iniciar o processo de paz através de negociações entre israelenses e palestinos, além de países árabes como os vizinhos Síria, Líbano e Jordânia.

O atual chefe do governo israelense, Benjamin Netanyahu, enalteceu a figura de Shamir, que definiu como um "exemplo da lealdade à Terra de Israel e aos eternos valores do povo judeu". "Yitzhak Shamir pertence à geração de gigantes que fundaram o Estado de Israel e lutaram pela liberdade do povo judeu em sua terra", disse Netanyahu.

    Leia tudo sobre: israelYitzhak Shamirmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG