Ícone da democracia em Mianmar recebe o título de cidadã honorária de Paris

Homenagem foi feita a Aung San Suu Kyi em 2004, quando opositora birmanesa se encontrava em prisão domiciliar

iG São Paulo |

A opositora da oposição em Mianmar birmanesa e prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi recebeu nesta quarta-feira, em Paris, o título de cidadã honorária da cidade, concedido em 2004, e foi recebida com todas as honras na prefeitura, no segundo dia da visita à França .

França: Ícone da democracia birmanesa parte para última etapa de tour europeu

Depois de uma reunião em particular com o prefeito socialista da capital francesa, Bertrand Delanoe, e com representantes da comunidade birmanesa em Paris, Aung San Suu Kyi, recebeu a distinção das mãos do prefeito.

AP
Ao lado do prefeito de Paris, Bertrand Delanoe, Suu Kyi é aplaudida depois de receber flores

Diante de uma multidão que reuniu vários birmaneses, a opositora falou em francês e prestou homenagem "ao profundo apego de Paris à justiça e à liberdade, que não são o produto de ideias abstratas". "Em 2009, quando estava na prisão, me disseram que Paris estava comovida e fiquei surpresa e feliz por Paris apoiar minha causa com tanto vigor", acrescentou a deputada birmanesa, ícone da democracia em Mianmar.

Aung Sang Suu Kyi recebeu o título de cidadã honorária em junho de 2004 durante uma votação no Conselho de Paris, quando se encontrava em prisão domiciliar em seu país.

Leia também: Nobel da Paz parte de Mianmar para sua 1ª viagem à Europa em 24 anos

Na terça-feira, primeiro dia de sua visita à França, Suu Kyi se reuniu com o presidente francês , François Hollande, que manifestou apoio à transição democrática em Mianmar. Ela aproveitou ainda para pedir que as empresas ocidentais invistam em seu país para reforçar a democracia.

A França é a última etapa do tour de Suu Kyi em uma viagem histórica pela Europa. Antes de Paris, a Nobel da Paz passou pela Noruega, onde recebeu o Nobel da Paz que ganhara em 1991 , e pela Grã-Bretanha, onde discursou no Parlamento britânico e foi agraciada com o título honorário de doutora pela Universidade de Oxford .

*Com AFP

    Leia tudo sobre: suu kyimianmarnobel da pazfrançaeuropademocracia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG