Ações violentas em Bagdá deixam pelo menos 10 mortos e 52 feridos

Um dos ataques atingiu mercado popular após explosão de carro bomba. Houve também confronto armado que terminou com a morte de três policiais

EFE |

EFE

Pelo menos dez iraquianos - três deles policiais - morreram e outros 52 ficaram feridos em diferentes ataques cometidos nesta sexta-feira em Bagdá e em seus arredores, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

Leia também:  Atentados contra xiitas deixam ao menos 32 mortos em Bagdá

Um carro-bomba explodiu em um mercado popular situado na zona de Al-Huseiniya, no nordeste da capital iraquiana, deixando seis mortos e 52 feridos de diferentes níveis de gravidade, segundo a fonte. A explosão causou danos materiais em lojas e edifícios próximos, acrescentou.

Por outra parte, três policiais morreram em um ataque armado contra um posto de controle situado na zona de Al-Bayaa, no sudoeste de Bagdá, assinalou a fonte de segurança. Por fim, criminosos desconhecidos assassinaram o proprietário de uma joalheria situada na zona de Al Tobyi, ao oeste de Bagdá, onde roubaram uma quantidade indeterminada de ouro.

O Iraque vive atualmente uma escalada da violência com frequentes atentados voltados contra alvos xiitas e forças de segurança, que se intensificaram desde a retirada das tropas americanas, em dezembro passado.

    Leia tudo sobre: iraquebagdáataque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG