Milhares acompanham Chávez em registro de candidatura presidencial

Em tratamento contra câncer, presidente venezuelano vai de carro de som para formalizar candidatura, enquanto seu rival fez caminhada de 10 km no domingo

iG São Paulo | - Atualizada às

Milhares de partidários de Hugo Chávez reuniram-se nesta segunda-feira em Caracas para acompanhar o presidente da Venezuela durante o registro de sua candidatura para as eleições presidenciais de 7 de outubro.

Incerteza:  Crise de saúde de Chávez faz um ano e força Venezuela a buscar sucessor

EFE
Partidário de Hugo Chávez segura em Caracas cartaz em que caricatura do presidente da Venezuela esgana Tio Sam americano. No topo se lê: 'Agora e sempre venceremos'

Infográfico: Saiba os nomes cotados para suceder a Chávez na Venezuela

Chávez, que comoveu o país sul-americano por um câncer detectado no ano passado e que reapareceu em fevereiro , foi ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) em um carro de som. No dia anterior, seu rival, o centro-direitista Henrique Capriles , candidato pela coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD), formalizou sua candidatura no local após uma caminhada de cerca de 10 km acompanhado por milhares de partidários.

Capriles, de 39 anos, oficializou sua candidatura no domingo diante de uma multidão. Ele reiterou sua principal proposta: unir a Venezuela, que, segundo ele, foi dividida por Chávez. "Temos um governo que nos dividiu. Capriles unirá a Venezuela e os venezuelanos. Também serei presidente dos vermelhos (cor que identifica o chavismo)", afirmou minutos antes de formalizar a candidatura presidencial no CNE.

Capriles foi escolhido com mais de 60% dos votos em uma inédita eleição primária realizada em fevereiro pela coalizão opositora MUD - na qual participaram mais de 3 milhões de eleitores. Mas viu sua vitória ser ofuscada pelo anúncio da reincidência do câncer do presidente e a descoberta de um novo tumor.

Entrevista ao iG: Favorito da oposição da Venezuela se inspira em Lula contra Chávez

Perfil: Conciliador, Capriles adota discurso menos combativo que Chávez

Para mostrar juventude e saúde - diferencial que tem utilizado durante a campanha contra Chávez - Capriles caminhou no domingo cerca de 10 km, do leste ao centro de Caracas, onde está o CNE cercado por uma multidão. Em outro ato de campanha, já havia comparado a vitalidade dos dois. "Aquele cavalo (Chávez) está cansado. Este aqui esta cheio de energia."

EFE
Candidato da oposição venezuelana, Henrique Capriles (D), é abraçado por partidária durante mobilização de milhares em Caracas para acompanhar seu registro para as eleições de outubro (10/06)

De acordo com analistas, a candidatura de Capriles representa o melhor momento da chamada "oposição democrática" desde que Chávez chegou ao poder, há 13 anos. No entanto, enfrentar Chávez não será tarefa fácil.

Apesar do desgaste de sua gestão ao longo de 13 anos de governo e de sua ausência da cena pública por causa do tratamento contra o câncer, pesquisas de intenção de voto revelam que o índice de intenção de votos a favor da reeleição do presidente flutua entre 17 e 20 pontos.

*Com Reuters e BBC

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG