Franceses vão às urnas renovar Assembleia Nacional

No total, cerca de 46 milhões foram convocados às urnas para escolher entre 6.603 candidatos; pesquisas indicam vitória apertada da esquerda

iG São Paulo | - Atualizada às

Os colégios eleitorais abriram neste domingo na França às 8h (hora local, 3h de Brasília) para o primeiro turno das eleições legislativas, que renovarão a composição da Assembleia Nacional.

AP
Mulher beija presidente francês, François Hollande, depois de ele votar no primeiro turno das eleições parlamentares em Tulle, centro do país

A votação vai até as 20h (15h de Brasília) nos colégios eleitorais das grandes cidades da França, entre elas a capital, Paris, mas será encerrada duas horas antes em outras partes do país.

No total, cerca de 46 milhões de franceses foram convocados às urnas para escolher entre 6.603 candidatos em 577 circunscrições para renovar a Câmara Baixa do Parlamento francês, com as últimas pesquisas indicando uma vitória apertada dos partidos de esquerda .

A maioria absoluta da Assembleia está fixada em 289 cadeiras (do total de 577), total que o Partido Socialista, do presidente François Hollande , pretende conseguir. Essa resultado permitiria ao líder francês aplicar folgadamente seu programa de governo. O segundo e definitivo turno dessa votação ocorre em uma semana, no domingo 17 de junho.

De acordo com as últimas pesquisas, Hollande terá uma maioria apertada, mas com a qual conseguirá trabalhar dependendo do apoio dos aliados verdes e da esquerda radical. Após obter a primeira vitória presidencial socialista desde 1988 no mês passado, Hollande pediu aos eleitores de seu partido que compareçam em peso no domingo, conforme prepara leis para apoiar a política de impostos e gastos do programa de sua campanha.

Leis para elevar impostos dos mais ricos e reverter um aumento nos impostos sobre vendas devem ser apoiadas pela esquerda radical, porém uma maioria muito estreita poderia deixar Hollande dependente dos conservadores e centristas para possíveis medidas para uma integração europeia mais próxima.

"Clamo os franceses a votar", disse Hollande na quinta-feira, durante uma visita ao norte da França, depois que as pesquisas previram que cerca de 40% dos eleitores não votariam. "Peço a eles para nos darem uma larga maioria, uma sólida e coerente."

*Com EFE e Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG