Atentado suicida deixa pelo menos 23 mortos em Bagdá

Homem detona carro-bomba em frente à prédio de departamento que administra templos e outros assuntos dos muçulmanos xiitas

iG São Paulo

Um ataque suicida deixou pelo menos 23mortos e mais de 70 feridos nesta segunda-feira no centro de Bagdá, capital do Iraque. Um homem detonou um carro-bomba em frente a um prédio do departamento encarregado da administração de templos e outros assuntos relacionados aos muçulmanos xiitas.

Leia também: Interpol emite alerta para prisão de vice-presidente iraquiano

AP
Equipes de resgate trabalham em local de ataque em Bagdá, no Iraque

A explosão causou danos ao prédio de três andares, quebrou vidros de edifícios próximos e danificou veículos estacionados no local. Em aparente retaliação ao ataque, horas depois um morteiro atingiu uma região próxima ao prédio administrativo para os muçulmanos sunitas. Ninguém ficou ferido.

Adel Ahmed, um funcionário do Departamento de Saúde de Bagdá, afirmou que estava lendo o jornal em seu escritório quando a explosão aconteceu, por volta das 11h (horário local). “O teto caiu na minha cabeça”, contou. Após sair do prédio, ele viu feridos no chão, gritando por ajuda. “A cena foi horrível.”

Embora a violência tenha diminuído no Iraque nos últimos anos, ataques contra prédios governamentais e forças de segurança ainda são comuns.

O país também vive um momento de crise política, com acusações de que o governo comandado pelo primeiro-ministro xiita, Nourti al-Maliki, está excluindo curdos e sunitas do poder.

Com AP

    Leia tudo sobre: iraqueataqueatentado suicidabagdá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG