Ataque a centro de reabilitação deixa 11 mortos no México

Homens armados invadem clínica em Cohaulia, onde ação similar deixou 13 mortos no ano passado

iG São Paulo |

Homens armados invadiram uma clínica de reabilitação de dependentes químicos no norte do México na noite de domingo, deixando 11 mortos e pelo menos oito feridos, quase um ano depois de um ataque similar na região.

Leia também:  Cartéis do México travam guerra sangrenta por rotas que levam aos EUA

Reuters
Integrantes da Cruz Vermelha são vistos em frente à clínica atacada por homens armados no México (03/06)

A polícia afirmou que a ação ocorreu na periferia de Torreón, cidade industrial no Estado de fronteira Coahuila. Em junho do ano passado, 13 pessoas foram mortas em um centro de reabilitação na mesma cidade.

Um funcionário do centro de recuperação de dependentes químicos na cidade fronteiriça da Ciudad Juaréz afirmou recentemente que traficantes buscam abrigo nos centros para se esconder de rivais, colocando outros pacientes em perigo.

Em 2010, mais de vinte homens portando armas automáticas invadiram a clínica "Fé e Vida" na cidade de Chihuahua e mataram 19 pacientes, todos com menos de 25 anos. Acredita-se que, até agora, a violência relacionada aos cartéis de drogas tenha deixado mais de 50 mil mortos no México.

Com eleições presidenciais marcadas para menos de um mês, uma série de assassinatos relacionados à guerra do narcotráfico está colocando a situação da segurança no país em ainda mais destaque.

O candidato do opositor Partido Revolucionário Institucional (PRI), Enrique Peña Nieto, favorito nas pesquisas, diz que a guerra contra as drogas apoiada pelo Exército fracassou e promete mudar o curso do país caso ele vença as eleições no dia 1 de julho.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: méxicodrogascartéisnarcotráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG