Saiba mais sobre os cartéis de drogas do México

Por meio de alianças e assassinatos, 7 cartéis disputam as rotas de tráfico que levam aos EUA, mercado estimado em US$ 34 bilhões

Carolina Cimenti, de Nova York |

Ao menos sete cartéis disputam as rotas do tráfico que levam aos EUA , o maior mercado de drogas do mundo, estimado em cerca de US$ 34 bilhões por ano. Por meio de alianças e assassinatos, os grupos vêm travando uma guerra pelas rotas mais rentáveis.

Barbárie: Cartéis do México travam guerra sangrenta por rotas que levam aos EUA

Estima-se que a guerra contra o tráfico lançada em 2006 pelo presidente mexicano, Felipe Calderón, deixou mais de 50 mil mortos até agora. Saiba quais são os principais cartéis e veja no mapa suas áreas de influência.

Arte/iG
Cartéis de drogas do México contornam a ofensiva do Estado e disputam rotas do tráfico
Cartel Sinaloa: Um dos cartéis mais poderosos do país, domina a costa oeste e o sul do México. Seus líderes, Joaquín “Chapo” Guzmán e Ismael Zambada, são tidos como responsáveis por grande parte da violência dos últimos anos.

Cartel Los Zetas Trata-se do cartel mais violento de todos, formado no final dos anos 90 por ex-militares de elite desertores e corruptos. O grupo nasceu com o objetivo de proteger a área de influência do Cartel del Golfo em Nuevo Laredo, na fronteira dos EUA, das incursões do “Chapo” Guzmán.

Cartel del Golfo: Era um grupo muito poderoso, mas perdeu força e espaço com o crescimento do Cartel de Sinaloa. Seu líder, Osiel Cárdenas, está preso em uma penitenciária americana desde 2007.

Cartel Beltrán Leyva: Está se transformando em uma organização criminosa bastante importante depois de romper com o Cartel Sinaloa no ano passado. Atualmente se aproxima e trabalha cada vez mais com o Los Zetas.

Cartel Juárez: Trava há anos uma guerra muito violenta, a mais mortífera do país, com o Cartel Sinaloa, para dominar o corredor de tráfico mais rentável do México, que atinge a cidade de Juárez, onde grande parte da droga entra nos Estados Unidos.

Cartel La Familia: Grupo restrito, opera em uma área limitada no centro do país e tem parcerias com Los Zetas e o Beltrán Leyva.

Cartel Tijuana: Ocupa uma área pequena, mas importante, na área de fronteira entre o México e a Califórnia. Tem operado em conjunto com o Cartel Sinaloa.

    Leia tudo sobre: méxiconarcotráficocalderóncartéis de drogazetassinaloa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG