Terremoto causa destruição e deixa seis mortos na Itália

Tremor provocou colapso de construções e retirada de moradores da região da Bolonha, norte do país

iG São Paulo |

Um terremoto de 6 graus de magnitude atingiu o norte da Itália neste domingo, deixando ao menos seis mortos, causando danos materiais e forçando cerca de três mil moradores a deixar suas casas na região de Bondeno e Emilia Romagna, em Bolonha.

Galeria: Veja fotos da destruição causada pelo tremor de terra na Itália

Reuters
Carros ficam totalmente destruídos após terremoto atingir Finale Emilia, na Itália

O tremor aconteceu às 4h04 (horário local) e teve epicentro 35 km ao norte de Bolonha e a apenas 5 km de profundidade, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

Saiba mais: Entenda como acontecem os terremotos e os tsunamis

A magnitude inicial foi estimada em 5,9 graus, mas corrigida para 6. Pelo menos duas réplicas com mais de 5 graus foram registradas. Uma autoridade da Defesa Civil disse se tratar do pior terremoto na região desde os anos 1300.

Entre os mortos estão funcionários de pelo menos três fábricas que entraram em colapso, uma turista alemã de 37 anos que estava em San Alberto de San Pedro a trabalho, e uma mulher de mais de cem anos que vivia em San Agostino. Em várias cidades, moradores saíram para as ruas em pânico após sentir o tremor, que durou cerca de 20 segundos.

A igreja de San Felice sul Panaro, na província de Modena, veio abaixo, enquanto pacientes do hospital de Mirandola, em Ferrara, tiveram de ser retirados do local.

Em sua tradicional aparição dominical na Praça de São Pedro, o papa Bento 16 disse estar “espiritualmente próximo” dos afetados pelo terremoto e pediu que os fiéis se juntassem a ele em suas orações.

Em 2009, um forte tremor na cidade de Áquila , em Abruzo, região central do país, deixou mais de 300 mortos e 1,6 mil feridos, além de destruir construções históricas.

O terremoto é mais uma notícia triste para a Itália neste fim de semana. No sábado, a explosão de uma bomba em frente a uma escola em Brindisi provocou comoção no país. Uma menina de 16 anos morreu no atentado, que ainda está sendo investigado .

Por causa das duas tragédias, o primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, que participa da cúpula da Otan nos Estados Unidos, antecipará seu retorno ao país. Monti viajará na noite de domingo e chegará à Itália na segunda-feira.

A delegação italiana considera que a partida de Monti não afetará à posição do país na cúpula da Otan, já que as reuniões mais importantes ocorrerão neste domingo. Além disso, o ministro da Defesa, Giampaolo Di Paola, que foi presidente do Comitê Militar da Aliança, representará o país no último dia.

Veja imagens do terremoto na Itália:

Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: terremotoitáliabolonhaterremoto na itália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG