Ron Paul diminui tamanho de campanha eleitoral nos EUA

Pré-candidato republicano anunciou que não gastará mais milhões de dólares que sua campanha não tem, abrindo espaço para Romney

iG São Paulo |

O pré-candidato republicano Ron Paul anunciou nesta segunda-feira que não gastará mais dinheiro em sua campanha eleitoral . Em comunicado, o congressista do Texas deu sinais de que está perto de deixar a corrida eleitoral à presidência dos Estados Unidos.

Especial iG: Saiba mais sobre a eleição nos EUA

AP
Foto de 5 de abril mostra o republicano Ron Paul discursando na Universidade da Califórnia, em Berkeley
Paul é o último obstáculo para que o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney se consolidar como o candidato do Partido Republicano para disputar a eleição de novembro com o presidente americano, Barack Obama.

Paul reconheceu que a corrida eleitoral requer milhões de dólares que sua campanha não tem. Ainda assim, o congressista do Texas disse que continuará tentando ganhar delegados republicanos nas primárias já agendadas.

“Nós não vamos mais gastar recursos de campanha em primárias nos Estados que ainda não votaram. Assim, não vamos gastar os recursos de campanha nas primárias dos Estados que ainda não votaram”, declarou. “Nos próximos dias, a coordenação da minha camapnha divulgará a nossa estratégia para conquistar delegados e o que se pode fazer para ajudar.”

Atualmente Paul possui 104 delegados, enquanto Romney tem 966. Para receber a nomeação do partido são necessários 1.144 delegados.

Aos 76 anos de idade, o pré-candidato que é ex-obstetra tem atualmente uma pequena base de apoio e tem sido popular entre os jovens eleitores.

Outros nomes

Na semana passada, Rick Santorum , pré-candidato que desistiu da disputa em 10 de abril, anunciou apoio à candidatura de Romney .

O ex-presidente da Câmara de Representantes Newt Gingrich pôs fim à à campanha pela nomeação à candidatura republicana em 2 de maio. De acordo com alguns relatórios, Gingrich termina sua campanha com uma dívida de cerca de US$ 4 milhões.

Após a desistência, apenas Ron Paul continuou na disputa contra Romney.

*Com BBC e AP

    Leia tudo sobre: eleição nos euapaulobamaromneygingrichsantorumrepublicanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG