Madame Tussauds apresenta nova estátua de cera da rainha Elizabeth 2ª

Para comemorar Jubileu de Diamante, museu de Londres tem representação da monarca adornada com 53 mil cristais Swarovski

iG São Paulo |

Reproduzir a expressão facial exata da rainha Elizabeth 2ª foi uma tarefa desafiadora para o escultor Steve Swales durante a criação da nova estátua de cera da monarca, que será exposta no museu londrino Madame Tussauds e foi apresentada nesta segunda-feira.

O escultor comandou uma equipe de 20 pessoas durante quatro meses para criar a estátua, que custou 150 mil libras (US$ 241,5 mil ou R$ 480,2 mil). Sua inauguração é parte dos planos do Madame Tussauds para celebrar neste ano o Jubileu de Diamante (60 anos de reinado) de Elizabeth 2ª.

Vídeo: Príncipe Charles apresenta a previsão do tempo na TV

"Nossos visitantes vêm do mundo todo e ela é a estátua de cera mais fotografada, é a pessoa que as pessoas vêm ver. Este é um ano muito excitante em Londres, e queremos ser parte dessa celebração", disse Liz Edwards, porta-voz do museu.

A imponente estátua usa um vestido rendado branco e prata, adornado com 53 mil cristais Swarovski, e uma faixa de seda azul. Ela enfrenta a "concorrência" de Rihanna e Lady Gaga, que têm estátuas na mesma sala.

O Madame Tussauds, popular atração turística londrina, reproduz a imagem de Elizabeth 2ª em cera desde que ela tinha dois anos.

Atualmente, as estátuas do príncipe William e da mulher dele, Catherine, estão entre as mais disputadas do museu.

Swales, que esteve com a rainha nos castelos de Windsor e Balmoral, contou que mal conseguia falar quando a conheceu. "Não achava que ficaria nervoso, porque já fizemos coisas com pessoas muito proeminentes no passado. Mas assim que ela entrou na sala, lembro que a minha garganta travou. Foi uma baita experiência", afirmou.

O artista descreveu a rainha como "uma incrível profissional, muito, muito legal, uma pessoa bem paciente" e disse que o trabalho foi muito complexo. "Quando você está esculpindo algo, você tem os traços principais, os olhos, o nariz, a boca. E você pode dizer que eles são difíceis, mas difícil mesmo é unir tudo isso. Acho que os pedaços intermediários são os mais duros de fazer", contou.

Swales disse que ajustou a postura da estátua em relação à versão anterior, lançada no cinquentenário do reinado, para que parecesse mais acolhedora ao público.

"Acho que a família real está muito mais acessível do que há alguns anos, quando eu era muito pequeno, e você só podia vê-los passar de carro ou algo assim. Agora acho que as pessoas guardam a rainha realmente dentro de seu coração", opinou.

Com Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG