Assassinato de ao menos 49 pessoas parece ser parte de série de mortes violentas relacionadas à disputa entre cartéis de drogas

Ao menos 49 corpos, alguns deles mutilados, foram encontrados neste domingo abandonados em uma zona deserta do quilômetro 47 da estrada de Cadereyta-Reynosa, que conecta a metrópole de Monterrey, no norte do México, à fronteira a 180 km dos EUA, disseram autoridades. Monterrey, no Estado de Nuevo León, norte do país, é a terceira cidade mais povoada do país.

Violência: Polícia encontra ao menos 37 corpos mutilados no México

Polícia mexicana bloqueia estrada entre 
Monterrey e Reynosa, onde foram encontrados ao menos 37 corpos mutilados
AFP
Polícia mexicana bloqueia estrada entre Monterrey e Reynosa, onde foram encontrados ao menos 37 corpos mutilados

Recuperação: Em meio à melancolia, Ciudad Juarez revela sinais de esperança

Inicialmente, as autoridades haviam contabilizado 37 corpos , que foram abandonados na madrugada em plásticos pretos, e o levantamento dos cadáveres foi difícil pelo estado em que se encontram, disse a fonte. No local, foi encontrada uma mensagem do tráfico de drogas e, segundo a rede de TV CNN, parece se referir ao cartel dos Zetas .

De acordo com um policial, 43 corpos de homens e de seis mulheres foram encontrados ao redor das 4h locais (às 6h de Brasília) nas proximidades da comunidade de San Juan na estrada que leva à cidade fronteiriça de Reynosa, mas os oficiais ainda estão investigando.

Autoridades fecharam a estrada, bloqueando o caminho para centenas de motoristas, enquanto as polícia federal e estadual isolavam a área.

A descoberta é similar a casos recentes em que cartéis de drogas despejaram corpos em locais públicos como alerta a seus rivais. Em setembro, 35 foram deixados na cidade de Veracruz. Em novembro, 26 foram encontrados em Guadalajara. Até agora neste mês, 23 foram encontrados largados ou pendurados na cidade de Nuevo Laredo, enquanto 18 estavam ao longo de uma estrada em Guadalajara.

Reação: Mexicanos usam retratos para humanizar a fria guerra do tráfico

Disseminação: Guerra do narcotráfico chega a regiões antes seguras do México

Dezenas de milhares de pessoas morreram no México desde 2006, quando o presidente Felipe Calderón enviou um Exército para combater as gangues.

*Com AP, BBC, EFE e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.