China nega preparativos para guerra no Mar da China Meridional

Pequim desmente informações de que região de Cantón e frota militar estejam em alerta por disputa de arrecife com Filipinas

AFP |

O governo da China negou neste sábado que esteja em andamento um processo de preparativos para uma guerra no Mar da China Meridional, onde mantém uma tensa disputa com as Filipinas pela soberania de um arrecife.

Orçamento: China eleva em mais de 11% gasto militar, que passa de US$ 100 bilhões

AFP
Pescador filipino mostra vídeo feito de navio de inspeção chinês na área do Recife Scarborough, cuja soberania a China reivindica (10/5)

Ascensão: Silenciosamente, China amplia influência em países asiáticos

Reforço militar: Primeiro porta-aviões da China parte para viagem de teste

"As informações segundo as quais a região militar de Cantón, assim como a Frota do Mar da China Meridional e outras unidades entraram em estado de preparação para a guerra, não são verdadeiras", informou o Ministério da Defesa chinês, em uma nota publicada em seu site oficial.

A tensa disputa com as Filipinas, que se aprofundou no mês passado, deve-se ao pequeno recife Scarborough, que a China denomina Ilha de Huangyan e considera parte de seu território, embora esteja situado a apenas 230 km de Luzon, a principal ilha das Filipinas.

A disputa se intensificou depois que navios da Marinha filipina detectaram barcos pesqueiros chineses nas proximidades do recife. Os filipinos iniciaram manobras para abordar os barcos, mas foram bloqueados por embarcações da marinha chinesa, que chegaram rapidamente ao local.

Investimento: Esforço da China para modernização militar começa a dar frutos

Desde 8 de julho, os dois países ancoraram muitos navios não militares no local para impor suas reivindicações de soberania.

    Leia tudo sobre: ChinafilipinasrecifeScarboroughmar da china meridional

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG