Argentina processa avó que agrediu neto por causa de notas baixas

Segundo jornal local, mulher justificou agressão, presenciada por várias testemunhas, dizendo que menino é 'muito inquieto'

EFE |

Um tribunal de Buenos Aires, capital da Argentina, abriu um processo contra uma senhora que agrediu o neto de sete anos como castigo por suas notas baixas na escola, informou a imprensa local nesta quinta-feira.

Leia também: Juiz americano que espancou filha não será indiciado, diz promotor

Segundo fontes judiciais, a agressora poderá pegar uma pena de seis meses até dois anos de prisão, o que a lei estipula para casos de agressão agravada pelo vínculo familiar.

A Câmara Criminal de Buenos Aires decidiu processar a avó depois que a criança confirmou ter apanhado com um cinto nas nádegas e nas pernas por causa de suas más notas na escola.

A agressão foi presenciada por várias testemunhas, mas só veio à tona porque o menino faltou dois dias à escola. Ao ser perguntado pela professora sobre o motivo de sua ausência, a criança disse que havia apanhado e sido castigado pela avó.

Em sua defesa, a mulher alegou que seu neto é uma criança "muito inquieta" e que costuma "se machucar com frequência no banho ou brincando", segundo as anotações do tribunal, publicadas hoje no jornal "Tiempo Argentino".

    Leia tudo sobre: argentinabuenos airesagressãocriançaavó

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG