Egito recupera 80 antiguidades roubadas do país

Peças antigas de épocas faraônica, copta, greco-romana e muçulmana estavam desembarcando na Bélgica

EFE |

O Egito recuperou 80 peças antigas de distintas épocas faraônica, copta, greco-romana e muçulmana que tinham saído do país de forma ilegal em 2010, informou neste domingo o Ministério de Estado egípcio para Antiguidades.

Em comunicado, o governo explicou que esses objetos estavam em poder de uma cidadã egípcia que os escondeu no interior de duas estátuas de madeira e os levou ilegalmente para a Bélgica em 2010. As autoridades do aeroporto de Bruxelas detiveram a mulher e, desde então, especialistas em antiguidades examinaram as peças e comprovaram que elas procediam do Egito.

Após um processo judicial, o Ministério das Relações Exteriores egípcio conseguiu reaver as obras arqueológicas e deve entregá-las nesta segunda-feira ao Ministério de Estado de Antiguidades para sua conservação. Entre as peças, figuram 11 estátuas de madeira e de pedra de diferentes períodos, vários tecidos do período copta (cristão), pratos da período ptolomaico (332 a.C.- 30 d.C) e objetos pré-históricos.

    Leia tudo sobre: EGITOANTIGUIDADESfaraonicas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG