Sarkozy avança nas pesquisas, mas segue atrás de Hollande

Levantamentos divulgados após tenso debate na TV mostram que distância entre os dois candidatos diminuiu

iG São Paulo |

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, diminuiu sua desvantagem em relação ao socialista François Hollande nas pesquisas de intenção de voto para o segundo turno das eleições presidenciais, marcado para domingo. Quatro institutos divulgaram levantamentos nesta sexta-feira, dois dias após um tenso debate entre os dois candidatos na televisão francesa.

Leia também: Hollande reforça favoritismo ao receber apoio de centrista na França

AFP
O presidente da França, Nicolas Sarkozy, encontra eleitores em Les Sables-d'Olonne no último dia de campanha

A pesquisa do instituto Sofres para a emissora de televisão iTéle aponta vitória de Hollande com 52,5% dos votos, 1,5 ponto percentual a menos que no levantamento anterior,  divulgado em 24 de abril.

Os institutos BVA e Ipsos apontam a mesma tendência. A pesquisa do BVA, publicada pelo diário Le Parisien, mostra redução de um ponto percentual na diferença entre Hollande (52,5%) e Sarkozy (47,5%).

Segundo o Ipsos, que fez seu levantamento a pedido de rádio e televisão públicas, a distância entre os dois candidatos diminuiu meio ponto. Hollande tem 52,5% contra 47,5% de Sarkozy.

Na pesquisa da Harris Interactive para a revista VSD, a diferença entre os dois candidatos caiu dois pontos percentuais. Hollande tem 53% contra 47% de Sarkozy.

O debate de quarta-feira era considerada a última chance do presidente francês para reverter a vantagem do rival.

Mas a imprensa francesa avaliou que ele não conseguiu seu objetivo de desestabilizar Hollande, que se mostrou durante os duros combates verbais entre os dois.

Um editorial do Le Monde disse que houve “empate” no debate, o que significa que Sarkozy “não conseguiu atingir seu objetivo de desestabilizar” o rival.

O Liberatión considerou que Hollande se saiu melhor e que o atual presidente pareceu estar “sempre atrás de briga”, enquanto o Le Nouvel Observateur disse que o candidato socialista “dominou o duelo televisivo no qual Sarkozy pareceu sentir o peso de seu legado”.

O Le Figaro foi o único a dizer que Sarkozy ainda pode ganhar no domingo, por ter se mostrado “moderno” em contraste à “antiquada linguagem” da esquerda usada por Hollande. “Essa diferença ainda dá esperança ao presidente”, considerou o jornal.

Nas ruas de Paris, muitos comentavam o debate de quase três horas que foi assistido por 19,5 milhões de pessoas, ou cerca de um terço da população da França. As opiniões eram variadas.

“Para mim, Sarkozy venceu”, disse o aposentado Alfred Tiano. “Ele foi claro e mostrou que seu rival tem ideias, mas elas não estão de acordo com a realidade.” Joanna Daniel, uma alemã que vive na França há décadas, disse que “Hollande se defendeu tão bem a ponto de vencer o debate”.

Com AFP, EFE e AP

    Leia tudo sobre: eleição na françafrançasarkozyhollandebayrou

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG