Operação policial contra a máfia deixa 24 mortos no Paquistão

Ação aconteceu no bairro de Lyari, reduto tradicional de criminosos. Entre mortos estão pelo menos dois policiais e um cidadão

EFE |

Pelo menos 24 pessoas teriam morrido neste domingo, no terceiro dia consecutivo de uma operação policial contra a máfia, na cidade de Karachi, no sul do Paquistão, segundo o site do canal de televisão local "Geo".

Leia também: Paquistão deporta família de Bin Laden para a Arábia Saudita

Segundo a fonte, entre os mortos estão dois policiais e pelo menos um cidadão que teria sido pego no fogo cruzado entre as forças de segurança e as quadrilhas do crime organizado.

O site detalhou que a operação ocorreu no bairro de Lyari, reduto tradicional de criminosos e que se transformou no palco de uma batalha campal. Os mafiosos ganharam força em algumas áreas do bairro, onde tomaram posições em terraços desde os quais dispararam armas automáticas e lançaram granadas contra os policiais que tentavam expulsá-los.

De acordo com a fonte, a situação ainda está instável na região, cujos habitantes permanecem aterrorizados e enclausurados em seus domicílios. Com mais de 16 milhões de habitantes, Karachi é a cidade paquistanesa mais populosa e a que registra maior índice de delinquência e violência.

Segundo relatório da Comissão de Direitos Humanos do Paquistão, 750 pessoas foram assassinadas no ano passado em Karachi, por criminalidade comum ou vinculada a partidos políticos.

    Leia tudo sobre: paquistãooperação policialviolênciacrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG