Parlamento venezuelano discute nova permissão para Chávez viajar a Cuba

Ausências do chefe de Estado venezuelano maiores que cinco dias consecutivos têm que ser autorizadas pela Assembléia do país

EFE |

AP
Foto divulgada pela presidência mostra presidente da Venezuela, Hugo Chávez, beijando crucifixo ao lado de sua filha Rosa em Havana, Cuba (23/4)
O Parlamento da Venezuela convocou para esta segunda-feira (30) uma sessão extraordinária na qual discutirá como único ponto uma permissão ao presidente do país, Hugo Chávez, para que continue seu tratamento contra o câncer em Cuba.

Segundo um comunicado divulgado no site do Legislativo, a direção da Assembleia Nacional (AN) foi encarregada de convocar a sessão para outorgar a permissão a Chávez para que se ausente do país e continue com seu tratamento e recuperação em Havana.

Leia também:
Dúvidas sobre saúde de Chávez esquentam debate eleitoral na Venezuela

Em vídeo, Chávez afirma perdoar quem deseja sua morte
Chávez quebra silêncio de oito dias e desmente rumores sobre saúde

A convocação foi feita em conformidade com o Regulamento Interior e de Debates do Parlamento Nacional, que prevê que ela seja divulgada pela via telefônica, através de e-mail, pelo canal de televisão, internet, rádio do Parlamento ou pelo meio mais rápido possível, acrescentou o boletim.

Segundo a Constituição venezuelana, quando a ausência do chefe de Estado do território nacional se prolongar por um tempo superior a cinco dias consecutivos requer uma autorização da Assembleia Nacional.

No dia 14 de abril, o Parlamento venezuelano autorizou a viagem que Chávez realizou neste mesmo dia a Cuba. Após permanecer 11 dias na ilha, ele retornou ao país em 26 de abril.

O governante venezuelano foi submetido em 26 de fevereiro a uma cirurgia para extrair um tumor, recorrência do câncer do qual foi operado em junho do ano passado.

Desde junho de 2011, quando o câncer do líder venezuelano foi detectado, ele foi operado duas vezes e viajou em distintas oportunidades a Havana para receber quimioterapia, submeter-se a revisões e mais recentemente a um tratamento de radioterapia.

    Leia tudo sobre: chávezvenezuelacâncer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG