Protestos contra detenção de advogado fecham embaixada saudita no Egito

Após várias manifestações durante a semana, Arábia Saudita fecha representações diplomáticas e convoca embaixador

iG São Paulo |

A Arábia Saudita fechou suas embaixadas e consulados no Egito e convocou seu embaixador no Cairo para consultas neste sábado, depois de uma série de protestos contra a detenção de um advogado egípcio que defende os direitos humanos.

AP
Egípcios protestam em frente à Embaixada da Arábia Saudita no Cairo (24/04)

Durante a semana, centenas de manifestantes protestaram em frente à Embaixada da Arábia Saudita no Cairo pela libertação de Ahmed el-Gewazi, detido por insultar o monarca saudita.

Autoridades do país também disseram que o advogado, que foi detido no aeroporto, tentava entrar no território com drogas – mais de 20 mil pílulas contra ansiedade.

No entanto, ativistas afirmam que o advogado foi detido por ter feito uma reclamação ao governo da Arábia Saudita sobre o tratamento dado a egípcios na prisão do país.

De acordo com sua família, El-Gewazi estava na Arábia Saudita para uma viagem religiosa.

Com AP

    Leia tudo sobre: egitoarábia sauditaAhmed el Gewazi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG