Imagem de imigrante com fita adesiva na boca provoca escândalo na Itália

Foto tirada por cineasta durante voo de repatriação provoca debate e investigação sobre maus-tratos

iG São Paulo |

A imagem de um imigrante argelino algemado e com fita adesiva na boca durante um voo de repatriação provocou escândalo da Itália. A foto foi tirada e publicada no Facebook pelo cineasta italiano Francesco Sperandeo, indignado com o comportamento da polícia.

De acordo com Sperandeo, o imigrante viajava de Roma para Túnis em um voo comercial da Alitalia, acompanhado de policiais à paisana.

Quando protestou contra o tratamento dado ao homem, o cineasta recebeu ordens para voltar a seu assento, pois se tratava de uma “operação normal”. “O que mais me indignou foi a indiferença dos passageiros”, afirmou.

De acordo com a imprensa italiana, os agentes disseram que os imigrantes tinham provocado ferimentos na própria língua e cuspiam sangue para evitar a repatriação. Isto teria forçado o uso de fita adesiva.

A porta-voz do Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Refugiados, Laura Boldrini, disse que a foto mostra um tratamento “escandaloso, humilhante e injustificável”.

Diante da polêmica provocada pela imagem, o presidente da Câmara dos Deputados, Gianfranco Fini, convocou integrantes do governo ao Parlamento para pedir explicações.

O chefe da polícia italiana, Antonio Manganelli, pediu um relatório imediato, enquanto os partidos de esquerda lembraram que a Itália já foi criticada várias vezes pelo tratamento dispensado aos imigrantes ilegais.

A política de repatriação forçada de imigrantes ilegais procedentes do norte da África é muito criticada por organizações internacionais de defesa dos direitos humanos.

Com AFP

    Leia tudo sobre: itáliaimigração na europaimigração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG