Rei da Espanha pede desculpas por viagem para caçar elefantes

Monarca fraturou quadril em Botswana, em viagem que causou indignação popular num país que sofre com a crise econômica

Reuters |

AP
O rei espanhol Juan Carlos se prepara para deixar um hospital em Madri após ter se ferido durante caça de elefantes em Botswana
O rei espanhol Juan Carlos saiu mancando de um hospital de Madri nesta quarta-feira e pediu desculpas por ter feito uma viagem a Botswana para caçar elefantes, um passeio que causou indignação popular num país que sofre com a crise econômica .

Condenação: Rei da Espanha é alvo de críticas por caçar elefantes na África

Ferimento: Rei da Espanha é operado em Madri após fratura de quadril

O monarca de 74 anos, que sofre de artrose, fraturou o quadril em Botsuana e foi levado de volta à Espanha para uma cirurgia emergencial para implantar uma prótese no quadril no sábado.

"Estou muito melhor, desculpem-me. Cometi um erro e não acontecerá de novo", disse o rei do lado de fora do quarto do hospital San José, em Madri.

A mídia espanhola criticou veementemente o monarca pela viagem, que só veio à luz por causa do acidente. A Espanha luta contra um enorme déficit público e o desemprego crescente, com metade da população jovem sem trabalho.

A notícia sobre o acidente com o rei surgiu num período em que líderes políticos da Espanha e a monarquia enfrentam crescente fúria social, e seu papel tem sido foco de debates nas últimas semanas.

A viagem também enfureceu ativistas pela preservação da natureza, com milhares inundando as redes sociais com pedidos para que o rei abandonasse sua posição como presidente honorário da filial espanhola do Fundo Mundial para a Natureza (WWF). 

    Leia tudo sobre: espanhaelefantesrei juan carlosBotswana

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG