Ex-presidente francês Jacques Chirac deve votar em Hollande

Antecessor de Sarkozy enfurece presidente por simpatizar com candidato socialista favorito nas pesquisas de intenção de voto

iG São Paulo |

O ex-presidente francês Jacques Chirac deve mudar de lado na política e votar no candidato socialista François Hollande , favorito nas pesquisas de intenção de voto para presidente da França , afirmou nesta terça-feira o homem que ajudou Chirac a escrever suas memórias.

Alvo: Ex-presidente francês Jacques Chirac vai a julgamento

AFP
Foto de junho de 2011 mostra ex-presidente Jacques Chirac (E) com o socialista François Hollande
"Não é nenhum segredo de Estado", disse Jean-Luc Barre, que auxiliou o ex-presidente a escrever seu livro. "Ele não apenas vem me dizendo isso. Ele diz isso realmente para todo mundo que vê."

Visto com simpatia pela maioria na França, Chirac, 79 anos, enfureceu o presidente Nicolas Sarkozy , seu sucessor conservador na presidência, quando disse em junho que iria votar em Hollande. Na época o comentário foi considerado de mau gosto.

As especulações sobre quem será o candidato de Chirac se intensificaram à medida que se aproximam as eleições presidenciais, cujo primeiro turno será no próximo domingo e o segundo, em 6 de maio.

Governo

Chirac governou a França por 12 anos, até 2007, e continua sendo altamente popular, diferentemente de Sarkozy que, segundo pesquisas de opinião, seria derrotado por Hollande no segundo turno da eleição.

Ao lhe perguntarem na rádio estatal, nesta terça-feira, o que pensava a respeito da intenção de Chirac de votar em seu adversário, Sarkozy disse que as pessoas não deveriam tentar explorar a posição de um homem idoso cuja saúde mental é motivo de especulação.

"O melhor jeito de respeitar Jacques Chirac e as dificuldades que atravessa e não tentar fazê-lo falar, de modo que ele não seja explorado em uma direção ou outra por aqueles ao seu redor", disse Sarkozy à rádio France Inter.

A assessoria de Chirac não fez comentários sobre o assunto. A mulher de Chirac, Bernadette, também uma política conservadora, já declarou que votará em Sarkozy e tem ido a seus comícios.

Relação

Não é segredo nenhum que Chirac e Sarkozy -que foi ministro das Finanças e ministro do Interior em seu governo - não mantêm boas relações.

Em 1995, Sarkozy apoiou para presidente outro conservador, Edouard Balladur, rival de Chirac na disputa.

Em suas memórias, publicadas no ano passado, Chirac descreveu Sarkozy como imensamente talentoso, mas "nervoso, impetuoso" e demasiadamente seguro de si.

*Com Reuters

    Leia tudo sobre: eleição na françasarkozyhollandemarie le penparischirac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG