Manifestantes levavam cartazes que rejeitavam a política externa de Washington

Mais de mil simpatizantes de um partido político radical islâmico protestaram em frente à embaixada dos Estados Unidos em Jacarta para protestar contra a visita do presidente americano, Barack Obama, que pretende ir à Cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) em Bali na semana que vem, informa a imprensa local.

Leia também: Obama evoca Martin Luther King para superar batalhas políticas

Manifestantes protestam contra visita do presidente dos Estados Unidos
Reuters
Manifestantes protestam contra visita do presidente dos Estados Unidos
Os manifestantes levavam cartazes que rejeitavam a política externa de Washington, com frases como: "Repúdio a Obama, repúdio ao capitalismo e ao imperialismo".

As pessoas concentradas em frente à delegação americana eram membros do partido político Hizb ut-Tahrir conhecido por promover uma política islâmica radical.

O grupo acusa Washington de ter uma agenda política oculta para incitar outros países a se unirem contra a China e garantir a hegemonia americana no Mar do Sul da China.

A chegada de Obama à Indonésia está prevista para a próxima sexta-feira, onde acudirá à Cúpula da Asean, que será aberta no próximo sábado.

Entre os assuntos que o líder americano discutirá na Cúpula, destaca-se segurança internacional, incluindo a não-proliferação de armas nucleares.

Outro protesto, com cerca de 800 pessoas, foi realizado na cidade de Surabaya, a segunda maior da Indonésia.

Apesar dos protestos, Obama é bastante popular na Indonésia, onde passou três anos de sua infância, no final dos anos 1960.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.