2009 vai atrasar um segundo para chegar

Para quem tem pressa para ver o fim de 2008, uma má notícia: na quarta-feira da virada do ano, à meia-noite, os donos do tempo acrescentarão um segundo ao ano que acaba, com o objetivo de ajustar a hora dos relógios ao tempo solar.

AFP |

Este segundo a mais não é apenas um detalhe: mesmo o ajuste mais ínfimo pode ser fatal para alguns setores, como o espacial (um satélite pode percorrer vários quilômetros em um segundo), as redes de computador, o GPS e a internet. É indispensável que o mundo todo acerte seus relógios no mesmo momento.

Ao longo das décadas, um ligeiro desajuste entre o tempo legal e o tempo real surgiu em conseqüência de fenômenos naturais ligados à rotação da Terra, como o movimento das marés, os ventos solares e as interações entre o núcleo e o manto terrestre.

Acrescentar este segundo de separação acertará quase que perfeitamente o tempo legal UTC estabelecido em 1972 e calculado no "tempo atômico internacional" dos relógios atômicos, com o baseado nos cálculos da rotação da Terra.

O último reajuste havia sido feito em 2005, e o próximo deve acontecer em 2012 ou 2013, indicou à AFP Daniel Gambis, diretor do serviço da rotação da Terra no Observatório de Paris. Desde a aplicação do sistema, em 1972, 23 segundos já foram adicionados.

A decisão de acrescentar mais um este ano foi tomada pelo Serviço Internacional da Rotação da Terra e dos Sistemas de Referências (IERS), cujo escritório central fica no Observatório de Paris.

gcv-mpf/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG