Pré-finalistas estrangeiros do Oscar 2011 chegam a São Paulo

Representantes de 19 países estão incluídos na programação da 34ª Mostra

iG São Paulo |

Divulgação
"O Atleta", da Etiópia, conta vida de Addis Abeba, 1º africano a vencer nas Olimpíadas
Enquanto não chega o dia de saber se "Lula, o filho do Brasil" conseguirá um lugar entre os indicados a melhor filme estrangeiro no Oscar 2011, é possível aproveitar a Mostra de São Paulo para sondar a concorrência. Representantes de 19 países já repassados à Academia de Hollywood foram incluídos na programação da 34ª Mostra de São Paulo.

Há longas bem sucedidos nos festivais internacionais, como "Tio Boonmee, que Pode Recordar Suas Vidas Passadas", da Tailândia, o francês "Homens e Deuses", premiados em Cannes, e o romeno "Se Eu Quiser Assobiar, Eu Assobio", vencedor do Grande Prêmio do júri em Berlim. Diretores conhecidos também, caso de Rachid Bouchareb, da Algéria – atualmente em cartaz no país com "London River" –, Susanne Bier, da Dinamarca ("Coisas que Perdemos pelo Caminho", "Depois do Casamento"), Milcho Manchevski ("Antes da Chuva"), da Macedônia, e Danis Tanovic ("Terra de Ninguém"), da Bósnia.

Mas a surpresa maior deve ficar por conta de produções ainda pouco conhecidas, caso de "Mamma Gogo", da Islândia, "O Ladrão de Luz", do Quirguistão, e "Hermano", da Venezuela. Desses, não se sabe muito bem o que esperar.

Mais de 95 países disputam a chance de estar entre os cinco finalistas na categoria de melhor filme em língua estrangeira no Oscar 2011. A lista dos indicados será divulgada no dia 25 de janeiro. A cerimônia de premiação acontece em 27 de fevereiro, no Kodak Theatre, em Los Angeles.

Veja abaixo a lista dos filmes presentes na Mostra de São Paulo 2010:

Alemanha, "Quando Partimos", de Feo Aladag
Algéria, "Fora da Lei", de Rachid Bouchareb
Bósnia, "Circus Columbia", de Danis Tanovic
Costa Rica, "Do Amor e Outros Demônios", de Hilda Hidalgo
Dinamarca, "Em Um Mundo Melhor", de Susanne Bier
Etiópia, "O Atleta", de Davey Frankel e Rasselas Lakew
França, "Homens e Deuses", de Xavier Beauvois
Geórgia, "Dias Violentos", de Levan Koguashvili
Islândia, "Mamma Gogo", de Fridrik Thor Fridriksson
Índia, "Peepli Ao Vivo", de Anusha Rizvi
Itália, "A Primeira Coisa Linda", de Paolo Virzi
Macedônia, "Mães", de Milcho Manchevski
Noruega, "The Angel", de Margreth Olin
Quirguistão, "O Ladrão de Luz", de Aktan Arym Kubat
Polônia, "Tudo que Amo", de Jacek Borcuch
República Tcheca, "A Rosa de Kawasaki", de Jan Hrebejk
Romênia, "Se Eu Quiser Assobiar, Eu Assobio", de Florin Serban
Tailândia, "Tio Boonmee, que Pode Recordar Suas Vidas Passadas", de Apichatpong Weerasethakul
Venezuela, "Hermano", de Marcel Rasquin

    Leia tudo sobre: mostra de são paulooscar 2011

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG