Eduardo Coutinho e Raul Seixas na Mostra de São Paulo nesta quinta-feira

Clássicos restaurados do cinema brasileiro e filmes exibidos em Cannes são opções

iG São Paulo |

AE
Raul Seixas: documentário ganha sessão dupla
A quinta-feira (27) na Mostra Internacional de São Paulo 2011 vai ter música brasileira. O destaque fica por conta de dois documentários nacionais: "As Canções" e "Raul - O início, o fim e meio", que serão exibidos pela primeira vez na capital paulista.

Siga o iG Cultura no Twitter

"As Canções" é o novo trabalho de Eduardo Coutinho ("Edifício Master", "Jogo de Cena"), mais celebrado documentarista do país. O diretor foi às ruas perguntar ao povo quais eram suas músicas favoritas e o resultado, com direito a causos e cantorias, foi parar nas telas. "As Canções" foi eleito o melhor documentário do Festival do Rio.

Os cariocas também viram primeiro "Raul - O início, o fim e meio" , de Vladimir Carvalho. O filme devassa a trajetória do roqueiro, do início, fascinado por Elvis Presley, passando pelo sucesso ao lado de Paulo Coelho e o fim da carreira, quando tocava com Marcelo Nova. "Raul" terá não uma, mas duas sessões simultâneas – e únicas – no Unibanco Arteplex.

Não é o caso do francês "Fora de Satã", que se despede da programação. Exibido na mostra "Um Certo Olhar" de Cannes, o longa do diretor Bruno Dumont é cheio de mistério. Como de costume na obra do cineasta, a religião aparece na história de um homem que mora sozinho no campo, próximo ao Canal de Mancha, e vive da caça e da comida oferecida por uma jovem. Entre belas paisagens e silêncio, surgem violência e assassinatos.

Da mesma seção de Cannes vem "Tatsumi", animação baseada na graphic novel autobiográfica "A Drifting Life", do quadrinista japonês Yoshihiro Tatsumi. Cansado da estética bonitinha que reinava nas HQs nipônicas, o artista revolucionou o cenário das mangás na década de 1950.

No dia 27 de outubro se comemora o Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual, estabelecido pelo Unesco. Por conta disso, cópias restauradas de clássicos do cinema brasileiro ganham sessões especiais. "Cabra Marcado para Morrer" (84), filme indispensável de Coutinho, será projetado na Cinemateca, e "O Leão de Sete Cabeças" (70), longa de Glauber Rocha rodado na África, no Cinesesc.

Também integrante do projeto, o Museu da Imagem e do Som - MIS se torna ainda mais atrativo porque todas suas sessões são gratuitas . Lá será possível assistir a comédias consagradas como "Nem Sansão Nem Dalila" e "Matar ou Correr", ambas estreladas por Oscarito, e uma cópia restaurada de "Xica da Silva", dirigido por Cacá Diegues.

null"As Canções"
Unibanco Arteplex 1, 20h10

"Raul - O início, o fim e meio"
Unibanco Arteplex 1, 22h20
Unibanco Arteplex 2, 22h

"Fora de Satã"
Unibanco Arteplex 1, 18h

"Tatsumi"
Cine Livraria Cultura 1, 14h

"O Leão de Sete Cabeças"
Cinesesc, 19h40

"Cabra Marcado para Morrer"
Cinemateca - sala BNDES, 20h20

"Carnaval Atlântida"
MIS, 14h

"Matar ou Correr"
MIS, 15h50

"Nem Sansão Nem Dalila"
MIS, 17h50

"Xica da Silva"
MIS, 19h40

    Leia tudo sobre: mostra de são paulocinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG