Único estrangeiro é o 4º resgatado

Boliviano Carlos Mamani trabalhava na mina havia apenas cinco dias antes do acidente

iG São Paulo |

nullÚnico estrangeiro entre os 33 mineiros presos, o boliviano Carlos Mamani, de 23 anos, foi resgatado às 3h10 da madrugada desta quarta-feira.

Casado e com uma filha de apenas 1 ano, Mamani tinha começado a trabalhar na mina apenas cinco dias antes do acidente.

De acordo com o seu sogro, Jonny Quispe, que deixou a jazida apenas 20 minutos antes do desabamento, o operador de máquinas pesadas não deve voltar a trabalhar em minas novamente.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, ofereceu trabalho ao mineiro no país.

"Nossas propostas (de voltar a La Paz) serão avaliadas pelo companheiro Carlos. Estou seguro de que em breve estará lá (...). É nossa obrigação lhe garantir um trabalho e todos os benefícios sociais ao companheiro Mamani", ressaltou o mandatário boliviano.

O resgate de Mamani fechou o Grupo 1, que reúne os mineiros considerados mais agéis e saudáveis. O Grupo 2 apresenta em sua maioria trabalhadores com problemas de saúde.

AFP
Carlos Mamani Solis é resgatado no Chile

    Leia tudo sobre: iGchilemineirosresgate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG