Omar Reygadas faz parte do terceiro grupo de resgate, composto pelos mineiros mais fortes fisicamente

A chegada à superfície do mineiro Omar Reygadas, de 56 anos, dá início à última fase do resgate dos mineiros do Chile, em que serão içados da jazida de San José os trabalhadores mais fortes fisicamente. Com 56 anos, Reygadas é operador de escavadora mecânica e trabalha na jazida San José há anos.

No primeiro grupo resgatado estavam os mineiros em melhores condições psicológicas. O segundo grupo, fechado pelo resgate do motorista de caminhão Daniel Herrera Campos, de 27 anos, era composto pelos operários com problemas de saúde.

Reygadas, que é viúvo, saiu às 13h40. Agradeceu às autoridades e, depois de deitar na maca, exibiu uma bandeira do clube Colo Colo - o mais popular do país - e a beijou várias vezes.

Reygadas trabalhava há mais de 30 anos como minerador, sendo dois na jazida de San José. Contam os trabalhadores do resgate que este operário encarou os dias em que esteve preso como se tivesse trabalhando.

Chileno Omar Reygadas segura bandeira do Colo Colo e sorri após ser o 17º mineiro resgatado no Chile
AFP
Chileno Omar Reygadas segura bandeira do Colo Colo e sorri após ser o 17º mineiro resgatado no Chile


*Com EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.