Mineiro registra frase indicando que todos estavam vivos no Chile

José Ojeda quer evitar o uso indevido do bilhete que escreveu na mina, no qual dizia que os 33 trabalhadores estavam bem

BBC Brasil |

selo

O mineiro chileno José Ojeda tornou-se o proprietário intelectual da frase “Estamos bem, em um refúgio, os 33”, que anunciou que ele e os demais trabalhadores soterrados dentro da mina San José estavam vivos.

O escritor chileno Pablo Huneeus afirma que teve a ideia de registrar a frase em cartório em nome de Ojeda, para “garantir que ninguém fará mal uso da frase”.

AP
Presidente do Chile, Sebastián Piñera, segura saco plástico com bilhete em que mineiros diziam estar bem (22/08/2010)
Por meio de uma sonda, Ojeda enviou à superfície um bilhete com a frase, 17 dias depois do colapso da mina, ocorrido em 5 de agosto. Desde então, a mensagem foi estampada em camisetas, bandeiras e canecas. Os 33 mineiros foram resgatados com vida entre os dias 13 de 14 de outubro, em uma operação que atraiu grande atenção da mídia internacional.

Em entrevista ao jornal britânico The Times desta sexta-feira, Huneeus disse que resolveu fazer o registro ao saber que o presidente chileno Sebastian Piñera distribuiu cópias do bilhete a líderes europeus.

“Eu pensei, 'isso já é demais'”, disse Huneeus. “Pela nossa lei, o direito autoral de uma criação, invenção, música ou obra de arte pertence ao autor”. Para o escritor, a frase de Ojeda é uma obra de arte. Ele afirma que “não se poderia ter escolhido palavras melhores.”

José Ojeda, que foi o sétimo mineiro a ser resgatado de dentro da mina, disse estar contente pois “ninguém mais vai lucrar" com suas palavras. Huneeus afirmou ainda que o mineiro quer que seu bilhete de volta.

Celebridades

Desde o resgate, os 33 mineiros têm recebido inúmeros pedidos de entrevista e ofertas de presentes, empregos e viagens. 

No entanto, muitos deles já dizem que o momento de "fama" que vivem tem sido mais difícil do que os 69 dias que passaram presos no subsolo.

    Leia tudo sobre: chilemineirosresgateminacopiapómineiros do chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG