Centenas de chilenos fizeram fila nesta terça-feira para ver e fotografar estrela do resgate dos 33 mineiros no norte do país

nullCentenas de chilenos fizeram fila nesta terça-feira para ver e fotografar a cápsula na qual foram salvos 33 mineiros depois de passarem dois meses sob a terra, enquanto o governo avaliava o futuro do dispositivo, símbolo da operação bem-sucedida de resgate.

A cápsula Fênix 2 será exibida durante sete ou dez dias numa praça diante do Palácio de la Moneda, sede do governo, na capital Santiago, e seu futuro poderá estar em um museu sobre mineração que será construído no norte do país.

Cerca de 300 pessoas esperaram tirar fotos da cápsula de quase 450 quilos, na qual não podem tocar por questões de segurança. Na fila havia muitos operários e se viam adultos com crianças, muitos com capacetes de mineiros com pequenas bandeiras do Chile e inscrições sobre "os 33" que ficaram soterrados a cerca de 700 metros de profundidade.

"Sentimos que isso é parte da história do Chile. Enquanto fica definido o lugar que vai ficar (a cápsula) para a história, decidimos compartilhá-la com todos os chilenos", disse na terça-feira o ministro do Interior chileno, Rodrigo Hinzpeter.

Depois de sua passagem por Santiago, a cápsula começará um tour pelas principais cidades do país. Espera-se que seu destino final seja um museu de mineração que deve ser construído em Copiapó, cidade próxima ao local da mina San José, onde os mineiros ficaram presos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.