Milhares de israelenses protestam contra o Governo em Tel Aviv

Jerusalém, 5 jun (EFE).- Cerca de seis mil israelenses se manifestaram hoje em Tel Aviv para protestar contra o Governo de seu país pelos ataques militares desta semana contra os navios da frota internacional que levava ajuda humanitária à Faixa de Gaza, e que na segunda-feira causaram a morte de nove ativistas turcos.

EFE |

Cerca de seis mil israelenses se manifestaram hoje em Tel Aviv para protestar contra o Governo de seu país pelos ataques militares desta semana contra os navios da frota internacional que levava ajuda humanitária à Faixa de Gaza, e que na segunda-feira causaram a morte de nove ativistas turcos.

Convocados por partidos políticos como o esquerdista Meretz e organizações pacifistas como a Peace Now, os manifestantes gritaram palavras de ordem como "um Governo de direita é igual a uma ameaça à segurança do Estado". Em princípio, a manifestação foi convocada para protestar pelo início da Guerra dos Seis Dias de 1967, que completa 43 anos hoje e que levou à ocupação dos territórios palestinos.

Os manifestantes levantavam bandeiras israelenses em sinal de que defendem a existência do Estado de Israel, mas que são contra a colonização de Jerusalém Oriental e da Cisjordânia, assim como o bloqueio à Faixa de Gaza. Segundo testemunhas, grupos de manifestantes mantiveram alguns enfrentamentos com uma centena de ultradireitistas que se concentraram nas imediações.

O protesto coincidiu com a abordagem hoje do navio irlandês "Rachel Corrie", o último navio da frota que se dirigia a Gaza e que foi abordado pelo exército israelense e conduzido ao porto de Ashdod, ao norte da faixa. O exército israelense atacou na segunda-feira os outros seis navios da frota, uma iniciativa de caráter internacional que tinha como objetivo romper o bloqueio israelense e levar ajuda humanitária a Gaza.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG