Marconi faz ataque final para vencer no 1º turno

Estratégia de tucano é focar atividades em Goiânia e no Entorno do DF

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Marconi Perillo (PSDB) tentará vencer as eleições no primeiro turno intensificando agendas nas regiões mais populosas do Estado: Centro e Leste.

A estratégia já tinha sido adotada por Vanderlan Cardoso (PR), mas a vantagem tucana tem outras motivações.

As ações de Marconi no Leste goiano, no Centro do Estado e no Entorno de Brasília farão com que ele consolide a vantagem que tem sobre os adversários Vanderlan e Iris Rezende (PMDB).

De acordo com a Pesquisa Serpes/O Popular, realizada de 14 a 17 deste mês, Marconi tem 24,9 pontos à frente do candidato do PMDB, Iris Rezende, no Entorno.

Já em Goiânia Marconi apresenta menor intenção de votos (32,7%) contra 45,5% de Iris, e 14,1% de Vanderlan Cardoso (PR).

As atividades no Entorno do DF serão casadas com realizações em Goiânia, principalmente após a divulgação da pesquisa Grupom/Rádio 730 de hoje que revela liderança de Iris na Capital.

O comitê de Marconi, no entanto, não deixa de mirar nos indecisos pra conquistar os pontos necessários para uma vitória no primeiro turno.

Esta ação passa a ter maior relevância no Entorno do DF, cujo percentual de indecisos beira os 10%.

O tom dos programas eleitorais na TV também deve mudar, já que na última semana, Marconi deu uma pausa no perfil propositivo para responder às provocações do presidente Lula.

A fala de Lula no comício em Valparaíso, no início do mês, é a primeira cena do programa peemedebista,  veiculado logo após a propaganda tucana.

Para o debate de hoje à noite na Record, a estratégia é rebater ataques dos adversários ao invés de ser o primeiro a jogar a pedra, como aconteceu no último debate do jornal O Popular.

    Leia tudo sobre: Eleições GOEleições Marconi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG