Marconi critica uso político da Internet

Governador eleito de Goiás defende, em coletiva, a regulamentação do uso da rede em campanhas eleitorais

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

O governador eleito de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) criticou, em entrevista coletiva, o uso das redes sociais para difamação e a divulgação de pesquisas “que deturpam a realidade”.

O tucano afirmou que estas eleições sinalizaram o fim da era dos comícios e que torce pela regulamentação do uso da Internet e das redes sociais, para evitar “propagação de mentiras”.

Perillo optou, na campanha, por fazer uso de carreatas e caminhadas ao invés de comícios. Ele também investiu, no primeiro turno, no uso das redes sociais, mas denunciou na Polícia Federal distribuição de material apócrifo na internet no segundo turno.

Marconi criticou, ainda, as pesquisas eleitorais divulgadas a 15 dias das eleições que, segundo ele, têm o papel apenas de deturpar a realidade.

Sobre o novo governo, o tucano disse que tentará congregar “as maiores forças políticas” no intuito de trazer o desenvolvimento para Goiás.

Marconi foi eleito com 1.551.132 votos (52,99%). Iris Rezende (PMDB) ficou em segundo lugar com 1.376.188 votos (47,01%).

Votos brancos e nulos somaram 7,31%. A abstenção chegou a 22,2%.

    Leia tudo sobre: Eleições GOEleições Marconi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG