Mais de 1,7 milhão de sul-mato-grossenses vão às urnas domingo

TRE local disponibilizará 5.149 urnas em todo o Estado para a realização do pleito

Marcello Sigwalt iG Brasília |

No próximo domingo (31), mais de 1,7 milhão de sul-mato-grossenses devem comparecer às 5.149 urnas eleitorais do Estado para decidir qual é a melhor opção para a Presidência do País.

Se a petista Dilma Rousseff, favorita nas pesquisas de intenção de voto e embalada pela popularidade do presidente Lula, além de sobreviver ao mar de denúncias que permeou sua campanha.

Ou o tucano José Serra, cuja musculatura político-administrativa não foi suficiente para aproximá-lo da petista na reta final, nem para justificar o silêncio sobre o assessor Paulo Preto.

Somente na Capital, vão ser disponibilizadas 1.507 urnas destinadas a 541.716 pessoas aptas a votar, segundo informou a Justiça Eleitoral. 

Das 5.149 urnas, 442 foram adaptadas para deficientes visuais, mediante o uso de fones de ouvido.

Do total de seções, 479 delas estão em locais de difícil acesso. Nesse caso, o TRE utilizará o sistema via satélite BGAN para transmitir os votos de 169 seções, que abrigam 41.886 eleitores.

As outras 310 seções em locais de difícil acesso que possuem 84.959 eleitores não utilizarão o BGAN.

Como recomendação, o Tribunal alerta o votante para que apresente no dia da eleição o título de eleitor e um documento com foto. O horário de votação é das 8h às 17h.

Estão obrigados a votar todos os eleitores de 18 a 70 anos. Eleitores de 16 e 17 anos, acima de 70 anos e os analfabetos têm voto facultativo.

Cerca de 20 mil homens dos efetivos das polícias civil, militar, federal, rodoviária federal, dos Bombeiros e do Exército atuarão, em todo o Estado, na segurança no dia das eleições.

O Exército não atuará somente em Dourados.

Com informações do TRE-MS

    Leia tudo sobre: Eleições MSEleições TRE-MS

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG