Magno chama Santos de incompetente em debate no MT

Candidato do PSOL critica administração tucana de Cuiabá na área da Saúde, por aceitar pacientes de outros estados

Kelly Martins, iG Cuiabá |

Chamado de “incompetente” pelo candidato Marcos Magno (PSOL), Wilson Santos (PSDB) reafirmou os dois dados que vem divulgando durante todos seus debates: a diminuição da mortalidade infantil e o aumento da longevidade do cuiabano.

"O problema da Saúde é quererem colocar um caminhão de areia em um carrinho de mão", ao lembrar que a Saúde Pública em Cuiabá não suporta receber pacientes de todo o estado.

Wilson afirmou que entende, sim, de Saúde e prometeu fazer funcionar três hospitais regionais em seus primeiros meses como governador. 

O tucano criticou o atual governo por não respeitar a determinação legal de repasse 12% da receita líquida para a área de Saúde. 

Questionado sobre as políticas de vigilância da fronteira seca do Estado, o governador Silval Barbosa (PMDB) argumentou ter buscado apoio do Governo Federal com relação à questão.

Ele acrescentou que, em parceria com a União, o governo do Estado fez operações que resultaram na apreensão recente de mais de 200 quilos de pasta-base.

Já Mauro Mendes (PSDB) reconheceu o trabalho do ex-governador Blairo Maggi (PR) na melhoria da logística no Estado, e garantiu que o presidente Lula começou um grande trabalho na área. 

O socialista admitiu o trabalho de criação e pavimentação de rodovias do republicano ao longo dos seus oito anos de governo. 

Entretanto, enfatizou a necessidade de que um verdadeiro governador invista em estradas e rodovias, mas também na qualidade de vida das pessoas em áreas urbanas.

    Leia tudo sobre: Eleições MTEleições debate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG